Header Ads

Luisão classifica Benfica no apagar das luzes

"Não foi um golo de raiva, foi de satisfação" - Luisão (Fotos: Gustavo Bom/Global Images)


O Benfica estreou nesta sexta-feira (14) na Taça de Portugal, em jogo a contar pela terceira eliminatória da Taça de Portugal, o capitão Luisão marcou um gol no último minuto dos acréscimos e sacramentou a vitória e classificação benfiquista diante do 1º de Dezembro, equipe que disputa o Campeonato de Portugal, torneio que equivale à terceira divisão nacional. O outro gol benfiquista no jogo foi marcado pelo brasileiro Danilo, na sua estreia em jogos oficiais.

O jogo começou como de praxe, o Benfica utilizando a equipe reserva/mista, assim como todos os times da primeira liga fazem. O que os encarnados não imaginavam era que o 1º de Dezembro ia oferecer tanta resistência e até causar sustos, o primeiro tempo amarrado foi salvo graças a jogadas individuais de Cervi, Zivkovic, Carrillo e Zé Gomes. Pois, mesmo com mais posse de bola, a equipe de Sintra sabia o que fazer para marcar por zona e anular os homens de vermelho.

Danilo marcou na estreia em jogos oficiais
Para o segundo tempo, algumas alterações foram feitas. Gonçalo Guedes foi o primeiro a entrar no lugar de Carrillo, e a mobilidade do miúdo logo fez efeito, a agilidade do camisa 20 do Benfica ajudava a desmontar a forte retranca do 1º de Dezembro, logo aos 5 da etapa final saiu o gol, após uma falta, o goleiro da equipe de Sintra afastou e a sobra ficou com Lisandro que assistiu Danilo que driblou dois adversário e ficou livre pra chutar cruzado e abrir o marcador. 1 a 0 Benfica.

O gol que demorou a sair, parecia ter aberto caminho para uma goleada, mas o Benfica perdeu algumas chances suscetivas até que aos 15 minutos da segunda etapa, Ederson comete pênalti em Diallo, que Águas sem problemas converte, era o empate do 1º de Dezembro. 1 a 1.

Até o fim do jogo, foi uma vergonha, sério mesmo. Eu particularmente odeio chegar a este tipo de abordagem nos meus textos, mas o que a equipe de Sintra abusou de parar o jogo tanto com faltas violentas nos jogadores encarnados, quanto por cera em poucas faltas que o Benfica fazia, pois o mesmo tinha pressa para fazer logo o gol, foi algo absurdo. O Benfica tinha toda a posse, e o 1º de Dezembro só queria o empate para ir para a prorrogação e pênaltis se necessário. Mas o Benfica tem Luisão.

O árbitro, deu 6 minutos de acréscimo. e aos 95:44 após escanteio vindo da esquerda, Luisão subiu mais alto que todos e fez o segundo gol da partida e classificou o Benfica para a 4ª eliminatória da Taça de Portugal, seguimos fortes. #RumoAoJamor

 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.