Header Ads

Week 4 da NFL: Resultados surpreendentes e quedas de invencibilidade

Que rodada! Alguns resultados muito surpreendentes marcaram a Semana 4. Panthers e Cardinals, os dois finalistas da NFC na última temporada, seguem em derrocada. Em contrapartida, o campeão do Super Bowl, Denver Broncos, continua voando. Ravens e Patriots perderam a invencibilidade, este último sem marcar sequer um ponto na partida. Apenas três equipes conseguiram manter a invencibilidade: Broncos e Vikings (4-0), além do Eagles (3-0) que esteve de bye week. Além da equipe da Philadelphia, os Packers também folgaram no final de semana.

(Foto: Divulgação/NFL)
Tivemos ainda os Falcons fazendo história, primeira partida da temporada em Londres, Dak Prescott mantendo um bom nível e algumas franquias espantando o fantasma do 0-16. Confira os destaques:

Miami Dolphins 7@22 Cincinnati Bengals
Quem viu o início da partida em Cincinnati não imaginava o baile que o Dolphins levaria. Logo no primeiro drive, o Bengals abriu o placar com um field goal de 42 jardas. Em seguida, Ryan Tannehill e companhia entraram em campo e em apenas um minuto marcaram um touchdown após lançamento de 74 jardas do QB para Kenny Stills. Entretanto, essa foi a única jogada boa de Tannehill, que entre turnovers e punts viu o time adversário dominar e conquistar mais uma vitória.

Indianapolis Colts 27@30 Jacksonville Jaguars
Na primeira partida em Londres na temporada, os Jaguars conseguiram a sua primeira vitória. Foi no sufoco e tentativas de entregar a paçoca no final do jogo não faltaram! Sem conseguir administrar o relógio com eficiência, os Jaguars tiveram que devolver a bola duas vezes para os Colts já no two minute warning. Estes, porém, também realizaram uma série de chamadas erradas e não foram capazes de virar a partida. Pelos Jaguars, Blake Bortles teve uma boa atuação, com 19 de 33 passes completos, duas TDs, 207 jardas. Pelo lado dos Colts, mesmo com Andrew Luck crescendo no final do jogo, o time não foi consistente, com a defesa não fazendo muita coisa e o ataque bem irregular. 

Tennessee Titans 20@27 Houston Texans
Mesmo sem J.J. Watt (que perderá toda a temporada), a equipe do Texans conseguiu a terceira vitória em 2016 e está na liderança da AFC South. Brock Osweiler alternou bons e maus momentos, e finalizou com dois TDs, dois INTs, 254 jardas e 25 de 37 passes completos. O destaque foi o WR calouro Will Fuller, com um TD e 81 jardas. Pelos Titans, DeMarco Murray continua sendo o grande nome do time, já que Marcus Mariota segue irregular e não consegue encaixar o jogo aéreo. O RB apareceu com dois TDs corridos e mais 95 jardas terrestres.

Cleveland Browns 20@31 Washington Redskins
Pela primeira vez na temporada, o Cleveland Browns conseguiu ser motivo real de preocupação. Em uma partida que o Redskins se esforçou muito para errar durante o primeiro tempo, Cleveland aproveitou para esboçar uma reação, mas ficou no quase. Graças a um bom desempenho do QB Kirk Cousins, que teve 21 dos 27 passes completos, 183 jardas, três touchdown e uma interceptação, Washington conseguiu se recuperar e saiu com a vitória.

Seattle Seahawks 27@17 New York Jets
Com a baixa movimentação de Russell Wilson por uma lesão no joelho, quem se destacou foi a defesa, que além de segurar bem o Jets e garantir mais três interceptações para a péssima temporada de Ryan Fitzpatrick, anulou completamente o ataque adversário.

Buffalo Bills 16@00 New England Patriots
Jogo mais surpreendente da rodada. Em pleno Gillette Stadium, os Patriots foram atropelados pelos Bills. Foi a primeira vez de 1993 que a franquia termina um jogo em seu estádio com o placar zerado. Sem Tom Brady, suspenso, e Jimmy Garoppolo, lesionado, mais uma vez quem comandou o ataque dos Pats (ou ao menos tentou) foi o rookie Jacoby Brissett – que também esteve se recuperando de lesão e não jogou 100%. O QB nada conseguiu fazer em campo, tanto que a primeira first down conquistada pela equipe foi no segundo quarto de partida. Para piorar, LeGarrete Blount, que vinha se destacando no jogo terrestre, não conseguiu encontrar gaps para correr. Bem postada, a defesa de Rex Ryan esteve intransponível e o ataque não precisou fazer muito. O grande destaque foi LeSean McCoy, que passou das 100 jardas totais e teve um touchdown.

Carolina Panthers 33@48 Atlanta Falcons
Com uma atuação irretocável do wide receiver Julio Jones, os Falcons venceram os Panthers. Jones terminou a partida com nada mais, nada menos do que 300 jardas recebidas e um touchdown. Matt Ryan saiu de campo com 28/37 para 503 jardas, quatro touchdowns e uma interceptação. Pela primeira vez na história da NFL, houve um passador para mais de 500 jardas e um recebedor com mais de 300 jardas recebidas no mesmo jogo. Pelo lado dos Panthers, o começo com o recorde negativo 1-3 não vem sendo nada bom. Além disso, Cam Newton não se mostrou confortável em campo, vem sofrendo com a falta de proteção e deixou o campo no último quarto com uma lesão, mas não preocupa para o próximo embate.

Oakland Raiders 28@27 Baltimore Ravens
Caiu mais um invicto. O Ravens não conseguiu segurar o Raiders em casa e acabou saindo derrotado. Com emoção forte até o último segundo, a franquia de Baltimore até teve bom desempenho do WR Steve Smith Sr., com 111 jardas em oito recepções e um touchdown, mas Joe Flacco não conseguiu passar da defesa de Oakland e o ataque foi mais eficaz. O QB Derek Carr terminou com ótimo desempenho, foram 25 dos 35 passes completos, 199 jardas e quatro touchdowns.

Detroit Lions 14@17 Chicago Bears
Os torcedores presentes do Soldier Field não presenciaram muitos pontos. Em um jogo que as defesas prevaleceram, quem se deu melhor foi Chicago, que em casa conseguiu sua primeira vitória, baseada principalmente na conquista de jardas terrestres. Stafford, QB do Lions, ainda sofreu duas interceptações, prejudicando a pontuação de Detroit.

Denver Broncos 27@07 Tampa Bay Buccaneers
O atual campeão do Super Bowl segue invicto! A defesa dos Broncos fez mais uma atuação de gala, não deixando os Bucs jogarem. Foram duas interceptações de Aqib Talib, um fumble forçado e cinco sacks. No ataque, Trevor Siemian mais uma vez conduzia seus companheiros com maestria, quando um susto o tirou de campo. Devido a uma forte pancada recebida em um sack, o jogador precisou se ausentar a partir do terceiro quarto. Contudo, mesmo com o reserva, o nível não caiu: em seu primeiro jogo como titular na carreira, Paxton Lynch continuou o bom momento de Siemian, com 170 jardas lançadas e um TD.
Pelo lado dos Bucs, Jameis Winston teve mais uma péssima atuação. Duas interceptações lançadas e 179 jardas, com um TD corrido, o jogador não conseguiu comandar o ataque. O jogo terrestre produziu apenas 72 jardas, e claramente sente falta de Doug Martin, pela segunda semana seguida de fora por lesão. O front seven até fez um bom jogo de pressão ao adversário, com quatros sacks na conta. Porém, a defesa de jogo aéreo não conseguiu suportar as ótimas atuações dos QBs dos Broncos.

Los Angeles Rams 17@13 Arizona Cardinals
Duelo entre as duas surpresas da temporada: uma positiva e outra negativa. Depois da decepção na estreia, a franquia recém-chegada a Los Angeles conquistou a terceira vitória seguida; já os Cardinals, um dos favoritos ao SB, amargam sua terceira derrota na temporada – a segunda em casa. No jogo, destaque para as duas defesas, que não deram muitos espaços. A partida se mostrou equilibrada o tempo todo. Até o intervalo, esteve empatada em 10 a 10. No segundo tempo, Cardinals anotaram um FG e Rams um TD que lhes garantiu a vitória. Para piorar ainda mais a situação dos Cards, Carson Palmer saiu lesionado após um sack e é dúvida para a próxima rodada.

New Orleans Saints 35@34 San Diego Chargers
O New Orleans Saints conquistou sua primeira vitória em 2016 após bater o San Diego Chargers na casa do rival. Em grande atuação dos ataques, as equipes anotaram quase 70 pontos somadas. Era TD que não acabava mais! Nos dois primeiros períodos da partida, os Chargers entraram três vezes na endzone rival. Enquanto os Saints estiveram duas vezes na zona de pontuação. Além disso, os Chargers ainda anotaram um field goal. Na volta dos vestiários, a defesa dos Saints conseguiu reagir e não deixou o time rival pontuar, enquanto o ataque anotou um touchdown que reequilibrou a partida. No começo do quarto período, Melvin Gordon e Josh Lambo deram 10 pontos a San Diego que abriu uma distância razoável no placar. Entretanto, Drew Brees conduziu duas excelentes campanhas no final do jogo para a emocionante virada dos Saints.

Dallas Cowboys 24@17 San Francisco 49ers
Dallas começou muito mal a sua partida, os 49ers começaram muito forte e estavam fazendo jus ao fator casa, mas com o passar dos dois primeiros quartos os Cowboys conseguiram recuperar-se. As boas atuações de Ezekiel Elliott, que correu 23 vezes para 140yd e um TD, e de Morris Claiborne, que efetuou duas interceptações além de ganhar todos os combates aéreos da sua região fizeram Dallas virar a partida por 24 a 17. Pelo lado dos 49ers o destaque foi Carlos Hyde que correu 15 vezes para 74yd e um TD, fora isso o que mais se fala é da movimentação nos bastidores que confirmam que Colin Kaepernick deve ser titular na próxima rodada.

(Foto: Divulgação/NFL)
Kansas City Chiefs 14@43 Pittsburgh Steelers
O Pittsburgh se recuperou muito bem do tropeço da rodada anterior. Ben Routhlisberg comandou perfeitamente a equipe ofensiva dos Steelers, efetuou cinco passes para TD, sendo três deles acima de 25yd. "Big" Ben teve números incríveis na partida, foram 27 lançamentos e 22 acertados, mais de 300 jardas aéreas percorridas e nenhuma interceptação.
O Kansas não teve muito envolvimento na partida, apenas marcaram alguns pontos, mas no apagar das luzes e sem poderem esboçar algum tipo de reação. Os Chieffs não souberam proteger seu QB, o mesmo sofreu cinco Sacks e duas interceptações além de ter uma efetividade baixa nos passes, de 70 tentativas apenas 30 foram completadas. O Brasileiro Caio Santos apareceu pouco no jogo, teve apenas uma oportunidade de um Field Goal de 49yd e acabou decepcionando.

New York Giants 10@24 Minnesota Vikings
Que ótimo ano faz o Minnesota Vikings. Sem Adrian Peterson e Teddy Brighwater, a franquia tem conquistado vitórias importantes principalmente dentro de casa e manteve a invencibilidade na temporada. A equipe fez uma ótima partida ofensivamente com Sam Bradford e deu um show defensivo, neutralizando até Odell Beckham Jr., que teve apenas três recepções e 23 jardas. A vantagem começou logo no primeiro tempo, quando a equipe abriu 14 a 3 no placar. Na etapa final, os defensores administraram o resultado.

Janaína Wille (@janainawille), Ismael Schonardie (@Ismahsantos) e Mariana Sá (@marigarboggini)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.