Header Ads

O Corinthians de 2016: A bagunça extracampo que atrapalha

Foto: Marcos Ribolli
Enfim 2016 está chegando ao fim e com isso os clubes brasileiros vão dizendo adeus a temporada atual e já pensam na próxima. Mas que tal pararmos um pouco e refletir o que foi 2016 para o Corinthians?

Ao longo do ano foram 70 jogos, sendo 34 vitórias, 18 empates e 18 derrotas. Foram 104 gols anotados contra 67 sofridos. Participamos da Florida Cup, Campeonato Paulista, Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Em 2016 foram três treinadores: Tite, Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira, contamos também com Fabio Carille técnico interino. Além de 44 jogadores representando o Coringão dentro de campo ao longo dos jogos.

Se pararmos para analisar os números do Timão, percebe-se que o Alvinegro não conseguiu atingir 50% de aproveitamento só com vitórias. Em 70 partidas, faltou apenas um triunfo para o Corinthians pelo menos manter a média de em metade dos jogos sair vitorioso.

Outro número que chama bastante atenção é o número de derrotas ser igual ao de empates. Normalmente, para que um time mantenha uma regularidade, espera que ele consiga ao menos um tento do que nenhum, obtendo pelo menos um empate em seus jogos. 

Temporada 2016 da equipe do Corinthians. Tabela: Isabela Macedo
O torcedor alvinegro começou a temporada com uma incógnita na mente, pois o elenco vitorioso de 2015 no Brasileirão estava se desfazendo. Uma boa parte destes foram para a China que é impossível competir com eles quando o assunto é dinheiro.

Os jogos de pré-temporada não agradou muito os olhos de quem via, parecia um time de ressaca pós-férias. Porém veio o Paulistão e o Corinthians mesmo sem convencer dentro de campo vencia os jogos e terminou a fase inicial em primeiro lugar geral. O problema é que quando falamos em mata-mata e decisões por pênaltis, Arena Corinthians e o Timão respectivamente parecem não entender isso muito bem. Passamos pelo Red Bull e na sequência caímos diante do Audax.

A questão é que goleadas tanto no Paulistão quanto a Libertadores cegava o torcedor de ver que o time em si não era competitivo. Na maior competição da América, o Corinthians se classificou na primeira fase o que já era esperado e ao encarar o Nacional do Uruguai entrou de salto alto e acabou eliminado.

Outro problema é que pessoas que estão à frente do Alvinegro não podem jamais falar algumas bobagens, por exemplo, quem acompanhou o Timão viu que penalidades não é o nosso forte, porém André Negão vice-presidente e o futuro nome a assumir o cargo da gestão ~Renovação e Transparência~ falou sobre “pênalti ser loteria” e “acidente de percurso”. O problema é que o Corinthians não se esforçava para reverter placar algum.

Foto: Rubens Cavalarri
Em junho veio o pior pesadelo do torcedor: Técnico Tite assumiria a Seleção Brasileira. Para o comandante isto é ótimo, é o maior passo para um professor e ele merecia por tudo o que ele fez diante do Alvinegro. O problema foi: Quem assumir? Critóvão Borges chegou, não fez um bom trabalho e foi demitido. A meu ver, não demitiria o novo técnico. Uma coisa que sempre falei foi: “Cristóvão está sendo protagonista de uma palhaçada extracampo”. Oswaldo de Oliveira chegou e também não conseguiu dar sequência ao trabalho realizado. Este nome sim eu gostei que não irá ficar para 2017, tendo seu contrato rescindido após nove jogos diante do Timão. Óbvio que toda essa mudança deu para perceber que não fomos bem na Copa do Brasil e no Brasileirão em um ano que SEIS equipes iriam conseguir vaga para a Libertadores 2017, o Corinthians não obteve uma.

Você leitor fiel de meus textos e opiniões sabe que já disse aqui recentemente que eu até gostei do time não ir ano que vem a competição da CONMEBOL, pois precisamos limpar a sujeira dentro do clube primeiro depois pensar em ter dinheiro para nos planejar. Só que onde está o planejamento para 2017? Estamos quase no Natal e nem treinador ainda possuímos e sem dinheiro, o Corinthians irá tentar realizar troca de jogadores.

O problema está na gestão de Roberto de Andrade, este é mais um dos pontos onde o Corinthians não conseguiu ter uma sequência boa na temporada. O mandatário corre risco de sofrer um impeachment dentro do clube.

Outra coisa que não consigo entender é: O Timão na fase que está e sem Libertadores que é onde o ~torcedor~ fala que tem que estar disputando para pagar o estádio, aumenta o valor do ingresso popular para a próxima temporada? Algumas coisas não dão para entender...

A questão é que falta planejamento e não possuo perspectiva alguma para 2017! Deixemos o futebol profissional de lado e vamos falar de outras modalidades Alvinegras também.

FUTEBOL DE BASE – COPINHA

O campeonato que todo torcedor espera é a Copa São Paulo de Futebol Junior, quem não ama este torneio? É o momento em que deixa o fã de futebol perto do esporte já que o profissional está de férias. Nesta temporada, a equipe Alvinegra fez um bom espetáculo na cidade de Limeira chegou a semifinal onde jogou na Arena diante do Cruzeiro e a grande final no maravilhoso Pacaembu contra o Flamengo.

Perdemos o jogo por erro besta de moleque que ainda precisa aprender mais o que é realmente o Corinthians e o futebol. Porém o que chamou bastante atenção foi a festa das arquibancadas. Dentro de um estádio que o torcedor Corintiano ama, o alvo do protesto foi a Federação Paulista por tudo o que foi imposto como as proibições de um torcedor.

Foto: Reprodução Corinthians
FUTSAL

Talvez aí o segundo esporte que o torcedor mais ama, enfim 2016 veio e conseguimos o tão esperado título da Liga Nacional. Mas não pense que a temporada foi fácil. O Corinthians quase fechou as portas no começo do ano e só não fez isso porque reduziu a folha salarial em 60%. Alguns jogadores de "nome" saiu da equipe Paulista e a reconstrução do time foi sendo feita. Ferreti, então treinador saiu do Timão em seu lugar assumiu André Bié, que até então era conhecido só pela base. O trabalho de Bié deu certo e o Corinthians foi campeão mais uma vez da Copa Paulista, pela primeira vez da e Liga Nacional.

A base de futsal é muito boa também, o Sub20 foi campeão de todos os campeonatos que disputou: Metropolitano, Estadual e Taça Brasil. As demais categorias tanto femininas quanto masculina saíram vitoriosos também.

Foto: Renato Silva
FUTEBOL FEMININO

Enfim o Corinthians trouxe a modalidade em parceria com o Audax de Osasco, as equipes disputaram Campeonato Brasileiro, onde o Timão conseguiu chegar até a segunda fase. No Campeonato Paulista o Timão acabou sendo eliminado no último minuto na semifinal. 

Já na Copa do Brasil o Corinthians foi deixando equipes de nomes para trás como Flamengo, a equipe comandada por Artur Elias sagrou-se vitorioso da Copa do Brasil e agora irá disputar a Libertadores em 2017.

Foto: Tião Martins
Já reparou? O Sport Club CORINTHIANS Paulista possui diversas modalidades e você torcedor muita das vezes nem sabe que exista. Deixo aqui minha experiência e uma sugestão a você torcedor tentar acompanhar um pouco mais as demais modalidades, porque é SENSACIONAL viver o Corinthians e o que ele nos proporciona.

No mais, obrigada a todos que me acompanharam ao longo deste ano, Feliz Natal e Ano Novo repleto de muita paz e saúde e claro, Vai Corinthians!

Isabela Macedo || @ismacedo_
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.