Header Ads

Mais uma vez o Bastia foi a pedra no sapato do Nice

Depois de tropeçar diante do Metz na Allianz Riviera, o Nice visitou o Bastia em busca de uma reabilitação no Campeonato Francês. Para a partida, os Aiglons foram desfalcados de dois dos seus principais nomes: Jean Michael Seri (com a Costa do Marfim na Copa Africana) e Ricardo Pereira (lesionado). Apesar de contar com várias peças de reposição em seu plantel, Lucien Favre não tem nenhum jogador com as mesmas características dos citados.

Oniangué foi decisivo para o Bastia, recém contratado diante do Wolves. (Imagem: L'Equipe).
Taticamente, o Nice como de costume varia bastante. Dessa vez, as águias da Costa Azul jogaram no 5-3-2, formação no qual sem um armador na linha de três meio-campistas, tende a não funcionar. Com Cyprien, Rémi Walter e Koziello, o Nice não tem ninguém com características do último passe, a assistência. Isso vem sendo determinante nos recentes tropeços do time. A Seri-dependência fica ainda mais evidente quando citamos que o marfinense contribuiu diretamente em 50℅ dos gols do time na temporada.

Jean Michael Seri é imprescindível no esquema do Nice. Faz muita falta. (Imagem: NiceOfficiel).
O JOGO

A dupla de zaga formada por Dante e Sarr, começou errando muito, e concedendo muitos espaços para o quarteto ofensivo do Bastia criar chances e chegar com muito perigo. O Nice sofreu com a marcação pressão exercida pelo time da casa, errava muitos passes e muita vezes tomava a decisão incorreta no terço final do campo. Muito preciosismo e falta de mobilidade custou caro...

O Bastia, dentro da sua proposta de jogo, fez um excelente primeiro tempo. Abriu o placar aos dezessete minutos, em uma falha coletiva da zaga do Nice, que deixou a bola sobrar para Oniangué, que só teve o trabalho de chutar forte e fazer. Bastia 1-0 Nice. O castigo veio tarde, pois o Nice mostrou um jogo apático e pouco efetivo, mereceu sair atrás no placar.

E foi em uma bola parada que o Nice achou o gol de empate: Após cobrança de escanteio, Cyprien colocou a bola na cabeça de Souquet, que fez. Bastia 1-1 Nice. Sejamos sinceros, o empate foi injusto.  Os visitantes eram inferiores ao Bastia no jogo e pela qualidade individual de Cyprien conseguiram um ponto, que foi excelente levando em conta as circunstâncias do jogo.

Souquet comemora empate sofrido no Armand Cesari. (Imagem: L'Equipe).
O Nice reassumiu a liderança da Ligue 1, porém a vantagem que já foi de sete pontos, hoje é apenas de um. Caso o Mônaco vença o Lorient em casa, os Monegascos assumirão a ponta. Vale lembrar, que no primeiro turno, o Bastia arrancou um empate na marra diante do Nice, que tirou um pouco da vantagem na ocasião. Hoje, outro empate, agora no Armand Cesari, deverá custar à liderança para os comandados de Lucien Favre.

PREVISIBILIDADE

Após apresentar um futebol vistoso, de muita posse de bola e variações que encaixotavam os adversários, o Nice vive o seu pior momento na temporada. O estilo de jogo de passes curtos, triangulações, movimentação e reatividade parece ter ficado manjado. Uma estatística que prova isso: Em 12 dos 21 jogos no Campeonato Nacional, o Nice finalizou, criou e teve mais volume que o seu rival, porém, desde o jogo contra o Toulouse, na vitória por 3-0 em Dezembro, que o time não é mesmo.

Favre tem capacidade de mudar essa situação. Afinal, o suíço é um dos melhores técnicos da atualidade no que se diz conhecimento tático e poder de variar jogo a jogo. Essa queda notável de rendimento pode ser justificada pelos desfalques, o Nice não tem quatro de seus principais jogadores há três semanas. Belhanda lesionado, Cardinale e Ricardo Pereira lesionados, além de Seri que está com sua seleção.

Lucien Favre é extremamente capacitado e pode mudar a cara do time, como já fez em outras oportunidades em sua carreira. (Imagem: L'Equipe).
Líder com 46 pontos, os Aiglons recebem o Guingamp, atual quinto coloca, na Allianz Riviera. Jogo difícil, mais um teste pra esse Nice que tem margem para reencontrar seu bom futebol do início da temporada. Por contrapartida, os dois rivais diretos na luta pelo título farão um confronto decisivo no Parc Des Princes. Essa rodada definirá muita coisa na Ligue 1.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.