Header Ads

Um freguês gentil que nos dá a liderança

Em noite de clássico em Maceió, as equipes que estrearam de forma diferente e o jogo de hoje valia a liderança no grupo. A equipe do Regatas, mandante do jogo, teve sua torcida bem presente na arquibancada. O Marujo também teve o apoio de sua torcida na arquibancada, mas claro que em menor número.

Estatísticas:

Sexto confronto entre as duas equipes na Copa do Nordeste. Primeiro confronto foi realizado em 1999, empate por 0 a 0 entre as duas equipes. Foram quatro empates e uma vitória do CSA antes deste confronto.

Ficha técnica:

CRB: Juliano; Marcos, Boaventura, Gabriel e Diego; Adriano, Yuri, Danilo Pires, Sérgio Mota e Maílson; Neto Baiano.

CSA: Jeferson; Denilson, Leandro Souza, Thales e Rayro; Panda, Everton Heleno, Didira, Cleyton e Alex Henrique; Daniel Cruz

Primeiro tempo

Começando de forma mais ofensiva, tendo mais posse de bola, o CRB conseguiu com Maílson dois escanteios pela esquerda. No segundo escanteio aos 8', Diego cobrou, Gabriel cabeceou e a bola sobrou em Danilo Pires impedido sozinho para finalizar e marcar o primeiro gol da partida. CRB 1 a 0 CSA. A equipe maruja com 13' já colecionava dois cartões amarelos. Didira e Leandro Souza receberam cartão.

Mesmo com o placar ao seu favor, o Galo conseguia se comportar melhor em campo, controlando a bola e tentava ampliar o placar. Já o Azulão errava muitos passes e não conseguia passar do meio de campo. Didira e outros meias de criação do CSA não conseguiam executar jogadas e muito menos criar. Eram finalizações sem perigo para o goleiro Juliano, que até os 30' minutos só havia feito uma defesa em falta de Everton Heleno. Boaventura estava bastante seguro na marcação e nos desarmes sobre os jogadores do CSA.

Confusão após o primeiro gol do CRB. Foto: Denison Roma
Aos 35' Leandro Souza do Azulão até marcou gol, mas estava impedido e cometido falta no zagueiro Gabriel, do CRB. Nos últimos quinze minutos de primeiro tempo, a equipe Maruja até pressionou, finalizações bastante perigosas, mas Juliano não precisava fazer muito esforço para evitar. E aos 39' o Galo conseguiu ampliar com Sérgio Mota. Ele aplicou chapéu no defensor do CSA na entrada da área, tocou para Maílson, o jogador foi ao fundo, cruzou e a bola encontrou os pés de Sérgio Mota que ampliou o placar. CRB 2 a 0 CSA.

Num belo contra-ataque do CRB aos 41', Maílson foi fominha na hora da finalização, Jeferson fez belíssima defesa e evitou o terceiro gol do Galo no primeiro tempo. Novamente aos 46' minutos, Leandro Souza fez mais um gol, e outra vez muito impedido. Sem mais perigo, o primeiro tempo teve fim aos 47'.

Segundo tempo

Clayton, jogador de destaque do CSA em 2016 deixou o campo no intervalo, dando lugar ao jogador Thiago Potiguar. Começo de segundo tempo bastante perigoso com faltas e pressão do CSA no ataque, tentando ampliar e empatar a partida. Era chutão, passe curto, passe errado e faltas sem necessidade alguma por parte dos dois lados. Aos 13' Marcos Antônio entrou no lugar de Everton Heleno, bastante apagado em campo.

Em contra-ataque aos 14', Thiago Potiguar em velocidade passou por Juliano que de forma infantil saiu do gol, passou pelo defensor e tocou para Alex Henrique diminuir o placar. CRB 2 a 1 CSA. Houve uma melhora após o gol, torcida e jogadores já começavam a se ajudar. Didira começou a aparecer mais para o jogo e Thiago Potiguar colocou fogo no jogo pelo lado direito. Aos 20' Sérgio Mota deu lugar ao meia Clebinho.

As equipes, por um determinado tempo, deixaram de finalizar em série, sendo assim trocando passes longe do gol e sem perigo para os dois goleiros. Danilo Pires, autor do primeiro gol do CRB na partida saiu aos 29' para a entrada de João Paulo Penha. Este que no ano passado defendeu a camisa do CSA no campeonato estadual e até marcou gol contra o Galo em clássico. No minuto 37, Yuri saiu aplaudido para a entrada de Jorginho.

Depois de um jogo bastante fechado e complicado no segundo tempo, o árbitro ainda deu mais quatro minutos de acréscimo. Sem muito perigo, toques de bola entre as defesas e chutão para chegar ao ataque. Neto Baiano se esforçou muito para tentar marcar seu gol, mas não conseguiu. Diego aos 47' ainda cobrou falta alta e com curva espetacular carimbou a trave. Foi se encaminhando para um fim de jogo totalmente sem brilho e o CRB segurando a vitória e conquistando os três pontos e a liderança.

Próximo compromisso

O Galo agora terá de fazer sua estreia pela Copa do Brasil no Piauí contra a equipe do Altos. O jogo será no Estádio Lindolfo Monteiro na capital do estado em Teresina. E após isso terá de viajar para o Rio Grande do Norte, onde irá jogar no Estádio Frasqueirão contra a equipe do ABC, no sábado, às 19h30.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.