Header Ads

O "Crystal" se quebrou?

Selhurst Park não tem sido um alçapão na temporada. Reprodução/Twitter Oficial do Crystal Palace.
Já não tenho perspectivas agradáveis sobre a permanência do Crystal Palace na Premier League em 2017/2018. Não é de hoje que Croydon acompanha apreensiva a situação precária da temporada. Com a vitória na rodada anterior, as esperanças foram reanimadas, porém quatro dias depois fomos trazidos de volta à dura e fria realidade do Palace. O "Crystal" está aos poucos se quebrando e tendo os cacos definhados pelo tempo.

Após um importante sucesso diante do Bournemouth fora de casa, enfrentaríamos o penúltimo colocado Sunderland em Selhurst Park. A sorte estava lançada, possibilidade de ouro para conseguir enfileirar uma sequência de duas vitórias e sair da zona de rebaixamento, a torcida fez sua parte como sempre, 25.310 Águias compareceram e receberam em êxtase os jogadores.

Em sete jogos por Premier League anteriores ao confronto de sábado (04), foram três vitórias para o Palace, duas vitórias para o Sunderland e outros dois empates. O Palace que entrou em campo contou com: Hennessey, Ward, Dann (Saiu lesionado no final da partida), Delaney (Townsend), Tomkins e Van Aanholt, Zaha, McArthur (Remy), Cabaye (Ledley), Puncheon e Benteke.

As Águias começaram em cima dos rivais, pressionando nos primeiros minutos, mas rapidamente o Sunderland equilibrou e chegou ao seu gol logo aos 9 minutos com Koné. O gol não pareceu ter abalado à confiança do Palace que vinha de vitória valiosa, a pressão continuou, porém sempre parando na defesa do adversário ou na própria falta de pontaria. Aos 27 minutos Cabaye saiu lesionado obrigando Big Sam a fazer a primeira alteração.

O jogo continuava assim, até o final esmagador da primeira etapa. Entre os 43 e os 48 minutos, o Sunderland marcou três gols de forma relâmpago, basicamente definindo o resultado na saída para o intervalo, 0-4 Sunderland.

Na volta para a segunda etapa, Allardyce tirou Delaney, um dos defensores da linha com cinco jogadores para a entrada de Townsend jogar mais avançado. O Sunderland com a vantagem do resultado, apenas esperou o Palace tomar a iniciativa, até que a iniciativa veio, foram 15 finalizações só no segundo tempo, mas nenhum conseguiu vencer a parede defensiva do Sunderland. Faltando dez minutos, o Palace ainda passou a ter que jogar o restante da partida com um jogador a menos, devido a uma lesão de Dann no momento em que já haviam sido feitas todas as alterações.

O Palace novamente não conseguiu concretizar as oportunidades em gols e foi castigado com um final de primeiro tempo avassalador dos visitantes. As Águias tiveram mais de 60% de posse de bola (o que nem sempre significa domínio) além do dobro de finalizações (21 contra 10 do Sunderland). A curiosidade do encontro, é que agora o Sunderland atingiu três vitórias frente ao Crystal Palace por Premier League e todas em Selhurst Park. O Caldeirão do sul de Londres não tem funcionado a nosso favor esta temporada.

Big Sam ainda não se pagou no comando da equipe. Reprodução/Twitter Oficial do Crystal Palace.
Após um belo refresco com a vitória do meio de semana, a realidade retornou à Selhurst Park, dura e fria na forma de um sonoro 0-4. Na tabela de classificação do campeonato completadas 24 partidas, o Palace conquistou 19 pontos (5V - 4E - 15D), apenas um terço de vitórias em relação ao número de derrotas, boa parte delas jogando em casa. Caímos para o 19º e de quebra igualamos em número de pontos com o próprio Sunderland. De animador apenas o fato de os rivais diretos em sua maioria também terem tropeçado pelo caminho.

Próxima partida do Crystal Palace pela Premier League:
11 de Fevereiro - 15h (hora Brasília) - bet365 Stadium.
Stoke x Crystal Palace.

Por: @carlosjr92educa
Carlos Alberto de Sousa Júnior - Colunista do Crystal Palace.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.