Header Ads

Super Bowl LI e a beleza da justiça no esporte

Todo aquele apaixonado por esporte deleita-se nos momentos que consagram as chamadas “zebras” nas competições de alto nível. Apaixonamo-nos pela Costa Rica na Copa de 2014, por País de Gales na Euro 2016, apenas alguns exemplos recentes desses momentos que tornam o esporte tão especial para nós.

Mas existe outro lado no esporte de alto nível que pode não ser tão fácil de ser apreciado: Quando os melhores vencem! O Super Bowl LI abrigará o confronto do melhor ataque (Atlanta Falcons) contra a melhor defesa (New England Patriots), e para aqueles que apreciam o bom futebol americano, é uma oportunidade de ver os melhores atletas fazerem o que sabem de melhor: Um show desse esporte emocionante.

QB's com números absurdos se enfrentam no SB LI (fonte: brockpress.com)
É muito fácil encontrar haters dos Patriots mundo afora. Mas é fato que Tom Brady chega ao seu 7° Super Bowl aos 39 anos em um nível altíssimo. É provável que a parceria Brady-Belichik seja a mais vencedora da história de todos os esportes (provável, afinal, vimos Schumacher-Todt). Apesar de estar fora nos quatro primeiros jogos da temporada graças ao Deflategate, o desempenho do Quarterback tetracampeão da NFL durante o restante da temporada foi magnífico, e de toda a sua equipe também. Uma campanha de 14-2, e vitórias incontestáveis nos playoffs contra Houston e Pittsburgh: O New England Patriots é mais uma vez campeão da AFC.

Os outros setores do time de Bill Belichick também foram exímios. Brady nunca foi tão pouco sacado em uma temporada saudável, e o jogo terrestre fluiu como poucas vezes aconteceram em Foxborough, provas da eficiência da linha ofensiva de New England. LaGarrette Blount e Dion Lewis foram running backs de alto nível durante a temporada. Martellus Bennett substituiu Rob Gronkowski com maestria na função de Tight End. O corpo de recebedores é absurdamente competente, com o surpreendente Chris Hogan, atleta não-draftado, auxiliando nas big plays.

Agora falando da defesa, a primeira estatística que vemos mostra que os Patriots foram a equipe que menos sofreu pontos na temporada. Possui uma secundária segura, com o herói do Super Bowl XLIX Malcolm Butler e também Patrick Chung colocando pressão nos recebedores adversários. E o pass rush fica facilitado quando se tem Linebackers do nível de Rob Ninkovich e Dont’a Hightower. Quem ousa apontar algum defeito nesse time?

Parceria mais vitoriosa da história do esporte? (fonte: USA Today)
Do outro lado, o pouco badalado Atlanta Falcons surpreendeu a todos fazendo uma temporada espetacular. Matt Ryan teve um rating de 132.6, o que é um número absurdo. O trio Mohamed Sanu, Julio Jones e Taylor Gabriel tem a ajuda dos Running Backs DeVonta Freeman e Tevin Coleman formando um leque de opções bastante diverso para os passes de Ryan. Os Falcons tiveram 10 jogadores com mais de 10 recepções na temporada, e essa diversidade é parte da confusão que essa equipe causa nos adversários, transformando-a no melhor ataque da competição.

Na defesa, os Falcons contam com o provável Jogador de Defesa do Ano Vic Beasley e Deion Jones, muito uteis no pass rush. Com uma secundária inspirada na equipe de Pete Carroll em Seattle, os segundo-anistas Jalen Collins e Ricardo Allen impressionam na cobertura em grandes jogos. Então, da mesma forma que perguntamos sobre o time dos Patriots: Qual o defeito de Atlanta?

Julio Jones é o maior recebedor dos Falcons na temporada
Todos os nomes citados nessa matéria são atletas de altíssimo nível que deliciam àqueles que assistem o futebol americano, e é nesse lado que devemos prestar atenção quando assistirmos ao Super Bowl LI nesse domingo. Os playoffs dessa temporada não tiveram lá essa competitividade que esperamos da NFL, mas ao invés de esperarmos a zebra trazer a emoção para os amantes do esporte, vamos aprender a apreciar a beleza que a justiça esportiva às vezes nos traz: Temos o melhor do futebol americano na frente dos nossos olhos, só nos cabe aproveitar cada segundo do espetáculo que nos é oferecido!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.