Header Ads

Um turbilhão de emoções

Ultimamente os jogos contra o Leicester tem um significado especial para mim. Muitos já sabem que comecei a torcer pelo Manchester United no longínquo ano de 1992, pouco depois da Eurocopa na Suécia, quando a Dinamarca se sagrou campeã e um jogador em me chamou atenção, Peter Schmeichel.

Boa parte de sua infância em Old Trafford, Kasper hoje defende o Leicester City e nunca defendeu a camisa do clube em que seu pai é uma lenda. Gostaria muito de vê-lo um dia defendendo o gol do Manchester United e consigo até visualizar ele fazendo história em nome do pai. (MUFC)
Procurei saber onde o goleiro dinamarquês jogava e descobri o Manchester United, passei a acompanhar o jogador e logo a torcer pelo time, o tempo passou Schmeichel se foi para seguir sua carreira em outros ares, mas o sentimento pelo time ficou. Como fã logo descobri que o filho dele, Kasper, também virou jogador profissional e o carinho e admiração pelo pai logo passaram a também ter força no filho. Desde então sempre tenho acompanhado a carreira do pequeno Schmeichel.

Esse é o tipo de jogo que me deixa desconfortável, pois quero que os Red Devils vençam, mas fico na torcida para que Kasper faça uma boa partida, não falhe esse tipo de coisa. E na partida contra o Leicester pela vigésima quarta rodada da Premier League no aconchegante King Power Stadium não foi diferente.

Ibra marcou mais um e segue vivo na briga pela artilharia da Premier League. (MUFC Getty Images)
Porém o Manchester United foi implacável, não só dominou, como normalmente vem fazendo, como conseguiu transformar o domínio em gols, e mataram a partida em 3x0. Mkhitaryan e Ibra quase que sem intervalo marcaram o primeiro e segundo gol no final do primeiro tempo, Juan Mata fez o terceiro logo no início da etapa complementar, para minha tranquilidade referente à família Schmeichel, Kasper não falhou em nenhum momento e ainda fez algumas boas defesas. O mais importante é que finalmente, numa rodada que nos foi favorável, conseguimos conquistar os três pontos, ainda estamos no incômodo sexto lugar, mas conseguimos diminuir a distância do pelotão à frente.

Juan Mata não deu chance para o filho da lenda Peter Schmeichel marcando o terceiro gol. (MUFC Getty Images)
Temos agora uma partida contra o Watford em casa para depois termos uma sequência de partidas eliminatórias, Saint Étienne em casa e depois na França pela Liga Europa e entre estas partidas um confronto pela FA Cup contra o Blackburn Rovers fora de casa. Depois só teremos Premier League em março.

Hoje é um dia de reflexão e homenagens em Old Trafford, faz 59 anos do desastre de Munich quando o avião que transportava a equipe do Manchester sofreu um acidente enquanto tentava decolar. No dia anterior o Manchester empatou em 3x3 contra o Estrela Vermelha, este seria o último jogo dos Busby Babes, como os Red Devils eram conhecidos na época.

Depois de tantos sentimentos finalizo meu texto com uma homenagem às vítimas, GGMU!

"United Will Rise Again" Harold Hardman (Man United Chairman 1951-65). (Google Images)
#FLOWERSOFMANCHESTER
#REMEMBERREDS
#WEWILLNEVERDIE
#BUSBYBABES
#MUNICHDISASTER

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.