Header Ads

Cordino e Imperatriz não saem do zero no jogo de ida da decisão do primeiro turno do Maranhense

Cordino e Imperatriz se enfrentaram, em Barra do Corda, no Estádio Leandrão, nesta tarde, às 15h45, pelo jogo de ida da final do primeiro turno do Maranhense. Nenhuma das equipes balançou as redes. 0 x 0 foi o placar final. Nas semifinais, o Imperatriz eliminou o Maranhão pelo placar de 3 a 1, no Frei Epifânio D’Abadia, e o Cordino se classificou ao vencer o São José, em Barra do Corda, por 2 a 1.

Cordino e Imperatriz não balançaram as redes no primeiro jogo da decisão do primeiro turno (Foto: Leonilson Mota)
O Imperatriz começou o primeiro tempo pressionando bastante, mas sem grande perigo. O Cavalo de Aço assustou apenas com Lacraia, que fez uma grande jogada individual e arriscou um chute de fora da área, mas o goleiro Eduardo Alves fez uma ótima defesa.

Após os 15 minutos, o Cordino conseguiu dominar a posse de bola e criou algumas ótimas oportunidades de gol. Em uma delas, o lateral direito Michel ficou cara a cara com Rodrigo Ramos, mas não teve frieza para finalizar e acabou mandando a bola para fora. A pressão da Onça continuou e, aos 35 minutos, Pedro Gusmão quase abriu o placar. O atacante chutou forte, Rodrigo Ramos defendeu e Bruno Limão afastou o perigo em cima da linha do gol.

O segundo tempo foi bastante equilibrado, sem grandes chances de gol para as duas equipes. Ulisses, aos 44 minutos, ainda tentou tirar o zero do placar, mas, sozinho na área, finalizou pela Linha de Fundo. O placar inicial permaneceu e o Imperatriz continua sendo o único invicto no estadual.

Com um bom planejamento na pré-temporada, principalmente na montagem de um elenco “cascudo”, com jogadores muito experientes, que já conquistaram pelo menos um título maranhense, como Rodrigo Ramos, Robson Simplício, Dudu e Rubens, o Cavalo de Aço chegou a final bem gabaritado e tenta o seu terceiro título estadual.

O Cordino, por sua vez, tem feito mais um ótimo campeonato, tirando proveito dos jogos em casa, onde é muito difícil de enfrenta-lo, sobretudo pelas condições do gramado, que sempre causa dificuldade aos adversários. Ulisses, como sempre, é o jogador de maior destaque da equipe, sendo novamente o artilheiro do estadual até o momento, com oito gols.

O detentor do título do primeiro turno do Maranhense tem direito a uma vaga na Copa do Nordeste e Copa do Brasil de 2018. Por ter uma melhor campanha, o Imperatriz joga por dois resultados iguais para ser campeão. O segundo jogo da decisão será no próximo sábado (01/04), às 18h30, no Estádio Frei Epifânio D’Abadia, em Imperatriz.

FICHA DO JOGO:
CORDINO 0 X 0 IMPERATRIZ

Local: Estádio Leandrão, Barra do Corda (MA)
Data: 29 de Março de 2017, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Jorge Luís Viana da Silva

Cordino: Eduardo Alves; Michel, Bruno Erlan, Ferreira e Jerfferson; Júnior Negrão, Romero, Alison e Di Maria (Lucas); Ulisses e Pedro Gusmão (Jocivan). Técnico: Marlon Cutrim.
Imperatriz: Rodrigo Ramos; João Rodrigo, André Penalva, Bruno Lopes e Bruno Limão; Robson Simplício (Mateus Ferreira), Carlos Dutra e Rubens; Júnior Lacraia (William Amorim), Léo Paraíba (Lucas Silva) e Cris. Técnico: Sinomar Naves.

Marcos Fernandes || Twitter: @poetafernandes
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.