Header Ads

Empate frustrante – Grêmio naufraga as vésperas da Libertadores

Foi um massacre, avalia Renato; Zago fala em “gosto amargo” pelo empate. FONTE: Conexão grenal
Mais uma vez na temporada o Grêmio volta a fazer uma partida irregular e deixa escapar o resultado positivo. A bola da vez foi, justamente, o Grenal 412 na Arena Grêmio. Clássico este que marcou a volta de Andrés D’Alessandro ao time colorado, após um ano de empréstimo ao River Plate.

A temporada tricolor em 2017 vem sendo marcado por uma intensa irregularidade, tanto na campanha do Campeonato Gaúcho e Copa da Primeira Liga, quanto nas atuações em campo. A equipe vem mostrando uma alternância assustadora dentro dos jogos onde um dos tempos o time mostra um futebol melhor e no outro, já mostra um nível de desatenção monstruoso e que tem custado nos resultados.

Neste ano, a equipe do Grêmio já anotou oito partidas, com três vitórias, três empates e duas derrotas. O que deixa mais evidente é que, mesmo com a rodagem do elenco, o time não vem mantendo um nível de atuação desejado para quem deseja almejar o título da Libertadores em 2017. Dos cinco jogos na Arena, a equipe só venceu duas e anotou outros três empates. Fora de casa, o seu retrospecto piora mais, com uma vitória e duas derrotas.

Renato ainda não conseguiu dar um padrão tático de jogo e tem pecado na manutenção do esquema com três volantes ou, até mesmo, na presença de Ramiro como meia, preterindo jogadores de mais talento na posição como Everton e Fernandinho. O jeito mesmo agora é só esperar a começar o torneio Sul-americano, já que o Grêmio caiu na chave mais fácil, contra os venezuelanos do Zamora, os paraguaios do Guarani e os chilenos do Iquique.

Bolaños foi o melhor em campo no pelo lado gremista. FONTE: Globo Esporte
Contando a história do clássico, o primeiro tempo foi de amplo domínio gremista, com o Inter ameaçando apenas duas vezes a meta de Grohe com certo perigo. Já o Grêmio, criava as melhores chances para realizar um placar mais elástico nos primeiros 45 minutos, mas tanto Luan, quanto Pedro Rocha e Bolaños (autor do gol no 1º tempo) falhavam na hora do último passe ou da finalização. O número grande de chances foi surgindo e o time não conseguia conferir com qualidade, sacramentando apenas o 1X0 no tempo inicial.

Já na segunda etapa, o Grêmio até voltou com certo controle de jogo e pouco ameaçado pelo time colorado, mas as jogadas já não saiam com qualidade e o time tricolor começou a dar campo para o Inter crescer na partida. Em dois minutos de intervalo (entre os 10 e 12 minutos, para ser mais exato) o placar a favor virava contra o tricolor e evidenciava a sua falta de poder de fogo e sua inoperância para aniquilar o adversário. Com isso, Renato colocou Barrios e Fernandinho para tentar mudar o resultado adverso. A mudança surtiu efeito e o atacante nº 21 ainda conseguiu acertar um belo chute aos 23’ do segundo tempo.

Lei do Ex: Roberson volta a ser decisivo dentro da Arena do Grêmio. FONTE: Globo Esporte
O Grêmio esboçou uma reação tímida para tentar sair com a vitória e o Internacional continua perigoso nos contragolpes para tentar surpreender positivamente o time tricolor. Mas acabou que devido à boa atuação dos goleiros (principalmente Danilo) e do setor defensivo. O placar, merecidamente, terminou em 2X2 e o resultado foi mais comemorado pelos colorados por jogar fora de casa e arrancar o empate em pouco tempo.

Melhores Momentos: Grêmio 2X2 Internacional

O Grêmio fará uma longa viagem até Barinas, na Venezuela, para estreia contra o Zamora. O tricolor certamente terá desfalques, mas poderá contar com a força da sua equipe titular e certa pressão por parte dos donos da casa. E o próximo confronto pelo gauchão é o Brasil de Pelotas.

Por Marcos Paulo Fernandes Alves

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.