Header Ads

Foram 113 minutos com um jogador a menos em toda eliminatória

[Fonte: Site oficial do FC  Porto]
Enquanto o FC Porto esteve com 11 jogadores em campo, não sofreu gols da Juventus. Mas nos dois jogos, teve um de seus laterais expulsos. O da vez, foi o uruguaio Maxi Pereira que levou cartão vermelho aos 40 do primeiro tempo, aonde resultou o gol de pênalti dos italianos. Apesar de toda a segunda etapa com um a menos, os Dragões se mostraram valentes dentro de campo e conseguiram conter a pressão preta e branca, além de ter chegado perto do empate por duas vezes.  A torcida portista deu um show na bancada e foi reconhecida por toda imprensa europeia e pela torcida mandante.

Apesar de ter um pouco mais de volume de jogo, a Juventus não levou tanta superioridade na primeira etapa, o Porto conseguiu conter as ações dos mandantes e foi melhor em alguns poucos minutos. Mas, a partir do gol que levou, num pênalti cobrado por Dybala, a equipe sentiu o gol e a perda de um homem em campo. Ainda bem que o primeiro tempo acabou rápido. No segundo tempo, o técnico Nuno Espírito Santo fechou a "casinha" para não tomar mais gols, colocando o zagueiro Boly no lugar do atacante André Silva.

Reação de Diogo Jota após perder a melhor chance da partida [Fonte: Site oficial do FC Porto]
A Juventus teve algumas chances no segundo tempo, foi superior, mas por incrível que pareça, as chances mais claras foram do FC Porto. Tiquinho Soares e Diogo Jota chutaram literalmente para fora as chances dos Dragões na eliminatória. Ambos ficaram frente a frente com G. Buffon e chutaram para fora. O sistema defensivo dos tripeiros fez uma boa partida. Casillas, Felipe, Danilo e Brahimi foram  muito bem em campo. O jogo era todo em cima do argelino que deu um fogo no lado direito de defesa da Juve.

Um show a parte da torcida portista [Fonte: Site oficial do FC Porto]
Quando o FC Porto perdia, a torcida deu um show à parte e foi aplaudida pelos italianos. Vários vídeos foram postado nas redes sociais pela atitude de um dos líderes da torcida, o Fernando Madureira mais conhecido como Macaco Líder entregou um cachecol do Porto à um  torcedor da Juve. No final do jogo e no retorno ao hotel, a torcida cantou bastante para os atletas "Nós só queremos o Porto campeão" se referindo a Liga NOS.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.