Header Ads

Roma, eu te amo, mas você não corresponde

Ah Roma...

Eu te amo, mas você não está nem aí. Na verdade não sei como explicar essa relação de amor que a gente tem. Confesso que demorei a escrever (na verdade ainda não estou com vontade), porque esse clube que vive no meu coração me deixa com raiva, até por isso serei breve aqui.

Não sei se o sentimento é como um amor de esposa - briga comigo eu fecho a cara, mas depois fingimos que nada aconteceu - ou um amor de mãe - a gente tem decepções, mas não tem o que fazer, mãe não se troca e se ama de um jeito diferente.

Depois de perderemos para os nossos rivais da capital por 2 a 0 em jogo válido pela Coppa Italia, pensei que entraríamos com sangue nos olhos contra o Napoli. Uma vitória nos deixaria mais perto da Juventus (que depois empatou com a Udinese) e mais perto do sonho do título, além de deixar o Napoli mais distante. Mas a derrota em casa por 2 a 1 nos complicou.

foto: asroma.com
Analisando friamente, eu poderia dizer que o time até que não foi tão mal, visto que finalizou 22 vezes contra 13 e teve mais posse de bola. Mas isso não me interessa agora. Perdemos em casa para um rival direto em um momento que isso não poderia acontecer - quanto mais escrevo mais fico com raiva ao lembrar-se da partida.

Agora à distância para o time de Turim é de oito pontos e a vantagem sobre o Napoli de apenas dois. Em menos de uma semana ficamos muito distantes de dois sonhos: Coppa Italia e Serie A.

Acreditar eu até acredito, sempre, mas somente dois milagres podem salvar a Roma. Espero que no meio de semana o time consiga um bom resultado contra o Lyon fora de casa e continue na briga pela Liga Europa. Três decepções em uma semana será demais.

Eu te amo Roma, tente me amar um pouco também.

Arthur Godioso - @arthurgodioso

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.