Header Ads

Uniclinic 1 x 3 Ceará: O 3º maior artilheiro do mundo resolveu

Em tarde inspirada de Magno Alves, Ceará venceu o Uniclinic por 3 a 1 e tem vantagem no jogo de volta das quartas de finais do estadual. Partida marcou o retorno do meia Ricardinho aos gramados, após seis meses tratando de uma cirurgia no joelho.

Finalmente o Ceará venceu e convenceu o seu torcedor, mesmo com certa dificuldade na primeira etapa o time alvinegro demonstrou evolução principalmente no setor mais criticado até então, o ataque. Pela primeira vez na temporada, o Vozão conseguiu marcar três vezes em uma partida, graças aos dois belos gols de Magno Alves e outro de Tiago Cametá.

Magno Alves decide a partida para o Ceará. FOTO: Tiago Gadelha
1º Tempo: A bola no pé de quem sabe

O inicio da partida foi horrível jogo foi truncado e com muitas faltas, o Ceará por sua vez tentava, mas acabava esbarrando na defesa adversária. A primeira chance de perigo foi do Uniclinic, aos 32 minutos o atacante Edson Cariús (vice-artilheiro do estadual com nove gols) recebeu na pequena área e chutou para fora, três minutos mais tarde a Águia da Precabura voltava ao ataque, Netinho arriscou de longe e a bola passou perto da meta alvinegra. Com o adversário gostando do jogo o Ceará criou sua primeira e única chance de gol, aos 38 minutos Felipe Menezes lançou Magno Alves que ganhou na corrida do zagueiro e tocou na saída do goleiro, era o 97º gol do Magnata com manto alvinegro.

2° Tempo: Magno Alves decide novamente

Na segunda etapa o Ceará tentou aumentar a vantagem no placar e conseguiu aos 25’ depois de jogada de Maxi Biancucchi a bola sobrou no pé de Magno Alves que mandou para as redes. O próprio Magnata ainda teve outras duas ótimas oportunidades de marcar, na primeira driblou a zaga e chutou por cima, já na segunda esbarrou no goleiro Dionantan. Aos 31 minutos a torcida alvinegra comemorou uma substituição como fosse um gol, tudo isso por conta do retorno aos gramados do ídolo Ricardinho. O Uniclinic descontou aos 36 minutos, após erro do zagueiro Luis Otávio, Preto mandou um chute cruzado e a bola passou por debaixo do braço do goleiro Everson. O alvinegro não sentiu o gol e conseguiu marcar o terceiro com Tiago Cametá, depois de receber um belo passe de Magno Alves o lateral direito empurrou para as redes.

Algumas considerações...

Depois de 15 dias treinando o Ceará apresentou uma evolução na sua parte ofensiva, no primeiro tempo o time pouco criou, mas na única chance que teve conferiu. Já na segunda etapa, o time foi mais incisivo, buscou garantir o resultado e assim o fez. Tivemos o controle da partida, o Uniclinic teve um único momento bom no jogo, aqueles três minutos no primeiro tempo onde criaram duas boas chances.

O ponto positivo dessa partida tem que ser do cara do jogo, Magno Alves no auge dos seus 41 anos mostrou que joga mais bola que muitos garotos que tem por ai, a prova disso foi a arrancada que o camisa 11 do Vovô deu no lance do primeiro gol. Durante o segundo tempo ele quase chegava a tão sonhada marca de 100 gols pelo Ceará, falta pouco, apenas dois para o Magnata chegar lá. Atualmente Magno Alves é o terceiro maior artilheiro do mundo em atividade, só está atrás de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

Magno é o 3º maior artilheiro no mundo em atividade. FOTO: Evilásio B
Também considero como ponto positivo o retorno do maestro Ricardinho aos gramados, depois de tanta luta após a cirurgia do joelho e todo o tratamento ele enfim entrou em campo. Os quase vinte minutos em campo deu para perceber que é questão de tempo para Ricardinho figurar entre os titulares do Ceará.

Ricardinho ''o maestro'' retornou aos gramados. FOTO: Mateus Dantas
Próximo jogo

O jogo de volta das quartas de finais do estadual acontece no próximo sábado as 16h00min na Arena Castelão, um empate garante o Ceará na semifinal do Cearense, onde seu adversário poderá ser Maranguape ou Guarani de Juazeiro. Para essa partida Givanildo Oliveira terá a disposição o meia Pedro Ken, contratado na ultima semana junto ao Terek Gronzy/RUS.

FICHA TÉCNICA - UNICLINIC 1 X 3 CEARÁ

UNI: Dionathan, João Neto (Paulista), Luiz Fernando, Airton Júnior e Anderson Sobral; Lincol, Leylon e Vanim; Moré (Preto), Edson Cariús e Netinho. T: Anderson Batatais

CEA: Éverson; Tiago Cametá, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário; Raul, Richardson e Felipe Menezes (Ricardinho); Maxi Biancucchi (Éverton Silva), Victor Rangel (Lelê) e Magno Alves. T: Givanildo Oliveira

CARTÕES AMARELOS: UNI: Vaninho, Anderson Sobral e Preto / CEA: Victor Rangel, Magno Alves e Lelê.
GOLS: Magno Alves (38/1T) (25/2T); Preto (36/2T); Tiago Cametá (41/2T)

Davi Maia | @Davims  

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.