Header Ads

Vai deixar o título escapar novamente?

Em jogo polêmico, com alarde de Bale, juiz mal intencionado e outros fatores influentes na partida, o Real Madrid enfrentou o Las Palmas, nesta quarta (01), pela 25ª rodada da La Liga. Vindo de vitória eletrizante contra o Villarreal, a equipe merengue enfrentou o Las Palmas, no Santiago Bernabéu, na qual apenas empatou e deixou a liderança escapar.

Tinha dito no texto anterior que o jogo seria teoricamente "fácil", pelo simples fato de que a equipe de Gran Canaria tem certa dificuldade de vencer fora de casa. Não estava enganado. A equipe do Las Palmas não venceu, mas também não saiu derrotado do Bernabéu. Nós, torcedores merengues, como conhecemos nossa equipe, sabemos que o Real Madrid gosta de dificultar coisas que aparentemente estão fáceis, e hoje não foi diferente.

Hoje, o nosso técnico Zinedine Zidane poupou algumas peças importantes, tais como: Casemiro, Modric e Pepe. O meia croata e o defensor português, foram relacionados para enfrentarem o Las Palmas, porém, estiveram no banco e não entraram no decorrer da partida. Já o volante brasileiro Casemiro, sequer foi relacionado. Utilizando o tradicional 4-3-3, o Real Madrid foi à campo com: Keylor Navas; Marcelo, Sérgio Ramos, Nacho e Carvajal; Kovacic; Kroos e Isco; Cristiano Ronaldo, Morata e Bale.

O Las Palmas surpreendeu no Bernabéu, e conseguiu arrancar um empate. (Fonte: ZeroZero)
No primeiro tempo, o Real Madrid começou surpreendendo. Em menos de um minuto, Morata recebeu cruzamento na medida de Bale, e finalizou marcando aquele que seria o primeiro gol da partida, porém, estava impedido - gol anulado corretamente. O primeiro gol posteriormente sairia após alguns minutos. Aos 8', Kovacic saiu carregando a bola no meio-campo, com boa visão de jogo, achou Isco livre da marcação e deu belo passe para o espanhol, que só teve o trabalho de bater para o gol, marcando o primeiro da partida. 1-0.

O Las Palmas, com rápido poder de reação, também não demorou pra marcar o seu primeiro gol. Aos 10', Tana recebeu passe de Simon, driblou e conseguiu limpar Sérgio Ramos e Kovacic da jogada, passando com facilidade pelos dois e finalizando com um forte chute para o gol de Keylor Navas, sem chance alguma para o goleiro costarriquenho. 1-1.

Nos primeiros 30 minutos do primeiro tempo, o Las Palmas tinha toda a posse de bola, só que, com dificuldade pra criar. A equipe de Quique Setién é a terceira com mais posse de bola na La Liga, vale ressaltar. Jonathan Viera, o líder de assistências da equipe e um dos que mais criam chances no Campeonato Espanhol, pra nossa sorte, não estava muito inspirado até então. Só que no segundo tempo incorporou, chamou a responsabilidade e foi crucial para o desempenho da equipe melhorar no segundo tempo.

Bale foi expulso no segundo tempo, o galês perdeu a cabeça. (Fonte: ZeroZero)
No segundo tempo as coisas começaram a piorar. Bale foi expulso após conduta violenta em Jonathan Viera. O nosso ponta-direita, que vinha fazendo boa partida, perdeu a cabeça e deu um forte empurrão no meia da equipe adversária e acabou sendo expulso, após tomar segundo amarelo, e consequentemente, o cartão vermelho. Aquilo afetou o psicológico de toda nossa equipe, e também, o rendimento em campo.

Aos 55', Sérgio Ramos interceptou Prince-Boateng na área, e bola sobrou no pé do lateral da equipe adversária, que chutou no braço de Sérgio Ramos (que tinha encolhido os braços, pênalti no mínimo duvidoso/discutível). Jonathan Viera cobrou no meio do gol e fez o gol da virada do Las Palmas. Além desse lance, houve outra jogada que resultaria em gol do Morata, mas foi indevidamente assinalado o impedimento. O jogador espanhol estava em posição regular, e novamente, influência do árbitro no resultado do jogo.

O terceiro gol da partida veio alguns minutos depois. Aos 59', Prince-Boateng recebeu belo lançamento de Jonathan Viera, limpou Navas fora da área, e chutou para o gol livre e sozinho. Jonathan Viera foi sem dúvidas o destaque da partida, o melhor em campo. Pro nosso azar, voltou com tudo no segundo tempo e teve participação direta em dois dos três gols do Las Palmas.

Cristiano Ronaldo voltou a "carregar a equipe nas costas" e salvou a equipe da derrota. (Fonte: ZeroZero)
Cristiano Ronaldo, que vinha tendo partida discreta até então, resolveu brilhar a sua estrela nos minutos finais, salvando a equipe de um resultado desastroso. Aos 85', recebeu livre pela direita e cruzou na área, a bola tocou no braço do defensor do Las Palmas e o juiz marcou pênalti. O gajo fez o que se esperava dele, converteu o pênalti, descontando pra equipe merengue.

Como sabemos, o maior artilheiro da história da nossa equipe, não precisa de 90 minutos pra decidir um jogo, e sim, apenas poucos minutos. Ele ama calar os críticos e "carregou" a equipe nas costas. Sim, entre aspas, até porque fez uma partida pífia e resolveu aparecer nos minutos finais, como de costume. Aos 89', recebeu cruzamento perfeito de James, cabeceou com força no gol, sem chances para o goleiro da equipe adversária. 3-3, e ficou por assim.

Após esse tropeço lamentável em pleno Santiago Bernabéu, o Real Madrid perdeu a liderança pro Barcelona, que goleou o Sporting Gijon por 6-1 e assumiu "provisoriamente" o primeiro lugar do Campeonato Espanhol. O nosso próximo confronto será no próximo sábado (04/03), contra o Eibar, no Municipal de Ipurua. O Eibar, do artilheiro Sergi Enrich, é o sétimo colocado da La Liga e também gosta de aprontar contra times da parte de cima da tabela.

#HalaMadrid

Por: Kayo Henrique | | Twitter: @Heenrique010

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.