Header Ads

Última cartada

Sem vencer há quatro partidas na Série A2, o Taubaté passa por seu pior momento na temporada. O sonho da classificação para as semifinais tornou-se pesadelo de um possível rebaixamento para a Série A3.

Para reanimar a torcida a diretoria tomou a decisão de mudar o comando técnico. Contestado desde as primeiras rodadas, Evaristo Piza foi demitido. Para seu lugar chegou, um velho conhecido dos taubateanos, Paulinho McLaren.

Após três anos, Paulinho McLaren volta ao comando do Burro da Central. Foto: Bruno Castilho/EC Taubaté
O retorno do treinador, que dirigiu o Alviazul nos anos de 2013 e 2014, a princípio, agradou os torcedores. A relação Paulinho/Taubaté/torcida sempre foi boa. A missão inicial do treinador é a mesma de sua primeira passagem pelo Burro da Central, evitar o rebaixamento. Depois quem sabe, se tudo der muito certo, voltar a pensar em uma vaga entre semifinalistas.

O primeiro compromisso de McLaren será já neste domingo diante da Penapolense. Com muitas baixas, o treinador terá dificuldades para escalar o time. Entre machucados e suspensos, é bem possível que o Taubaté não consiga sequer relacionar 18 atletas para o confronto.

A mudança é o tiro final do Alviazul na competição. A troca era necessária. Agora resta torcer para que não seja tarde demais.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.