Header Ads

Quem manda nessa cidade sou eu, o melhor time é o meu

Desabou água em Curitiba na noite de quarta, mas não choveu na Baixada! Teto retrátil, ar climatizado e tempo sequinho, só “aqui”. E gols? Sem chuva de gols também. O Furacão fez o suficiente para mostrar quem manda nessa cidade. Enquanto o paranazinho apanhava do Galo e se despedia da Copa do Brasil, a coxarada trocava as pilhas do controle remoto para poder ver o Furacão. Haja pilha pra eles!!! O "vidente" César Manfron no programa que estreou terça no YouTube, Debate Atleticano (veja aqui), cravava 2x0 Atlético.

Watson e Rodrigo quase acertaram, não fosse a “zika” do Grafite e os pés salvadores na "linha". O placar foi injusto! Ou não? O que vale é bola na rede, mas ela teima em não entrar. O jogo iniciou com aquela cara de chuva de gols. Logo aos 5 minutos Nikão fez bela jogada dentro da área, livrando-se do marcador para colocar a bola na rede: 1x0 e o primeiro passo. Todos ficaram com a impressão que o time deslancharia, que seria um passeio, que trituraria, que... etc... E tal, mas o time deu aquela relaxada e começou a colocar nossos corações numa torradeira.

Do gol aos 5’, o Atlético levou 25 minutos para atacar com Grafite, já era 30’. Para quem pensava no passeio, o Santa colocava as manguinhas de fora e mostrava que estava vivo, mesmo se fingindo de morto. Aos 32’ Rossetto, que não queria dar chance pra cobra, desferiu uma bomba de fora da área que passou riscando o travessão. Aos 41’ Nikão apareceu novamente em jogada iniciada por Grafite, mas Anderson Salles salvou em cima da linha. O Furacão mostrava sua força e o Santa Cruz sua sorte. Otávio tentou mais uma, mas o placar de 1x0 fechou a primeira etapa.

Foto Créditos: Marco Oliveira/Site Oficial
O Santa voltou aceso e aos 2’ quase empatou. Aos 4’ Grafite quase desencanta numa bela cabeçada para uma defesa sensacional de Julio Cesar, a “zika” continua. Aos 7’ a Cobra Coral chegou assustando geral. André Luis aproveitou a bobeira na zaga do Furacão e quase empatou o jogo, a bola explodiu na trave de Weverton que já estava “vendido” no lance. Aos 16’ Roberto fez uma “jogadaça” pela esquerda, limpou três e bateu firme para boa defesa de Weverton. O jogo esquentou de vez, o Furacão acordou e viu que se não buscasse o segundo gol, poderia amargar uma desclassificação em casa, que seria catastrófica.

Foi então que o Furacão se enfezou e resolveu soprar forte. Coutinho aos 22’ recebeu na frente, bateu na saída do goleiro e... Perdeu!!! Estava ficando chato tanto gol perdido novamente. Um minuto depois veio à calmaria, Lucho tratou de tranquilizar a torcida e aproveitou um rebote para empurrar para as redes. 2x0 da paz! Daí em diante o Furacão só administrou até o apito final sem dar chance de seu torcedor correr risco de sofrer de novo. Classificado para as quartas de finais da Copa do Brasil.

A Copa do Brasil já tem sete equipes classificadas os times da Libertadores, falta a Chape passar pelo Cruzeiro e confirmar o oitavo posto. Libertadores em dose dupla. Quem manda nessa cidade sou eu, Furacão, Rubro Negro, Atleticano. Classificado para as oitavas da Libertadores, classificado para as Quartas da Copa do Brasil, falta só ganhar das Pakitas e sair da zona no Brasileirão. Enquanto isso Coxa x Paraná prometem um grande clássico nos meios de semana, uma disputa ferrenha... Pelo controle... REMOTO!

Foto Créditos: Marco Oliveira/Site Oficial
Em tempo, tirinhas valiosas:

O time jogou desfalcado contra o Santa Cruz, mesmo assim produziu bem no ataque, porém abusa de perder gols, quase sofreu o empate em duas oportunidades e os gols perdidos poderiam ter feito falta no final. Grafite novamente fez boa partida, participou ativamente do jogo, novamente parou na falta de sorte e na bela defesa de Júlio Cesar, continua merecendo chances, quando desencantar abrirá a “porteira” definitivamente.

Sábado tem Atletiba no Pinga “Urina”, “chiqueiron”, Pakitas Stadium... Espero que o Grafite tenha guardado os gols para o clássico. Desencanta lá Grafite!!! É a grande chance de o time sair da “zona” no Brasileirão.

E você? Já colaborou com o Furacão Solidário? Ainda dá tempo! Ajude crianças carentes a calçarem a primeira chuteira, acesse a página da KICKANTE e entre nessa luta você também. Furacão Solidário é um projeto para as escolas do Furacão. Com 129 escolas, o Atlético Paranaense é o primeiro lugar no ranking de escolas de clubes no Brasil, das quais 60 são Projetos Sociais. Flamengo é o segundo colocado.

Por: Robson Izzy Rock @Robson_IzzyRock

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.