Header Ads

A torcida compareceu, já o São Paulo...

São Paulo vacilou e empatou com o Atlético-GO, no Morumbi

(Por Rubens Chiri / saopaulofc.net)
O Tricolor Paulista recebeu o lanterna, Atlético-GO, em casa, com 31 mil torcedores. Estando com novo técnico, tudo encaminhava para uma reviravolta são-paulina, entretanto, ao invés de dar alívio, deu desespero... O time da casa ficou à frente do placar duas vezes e levou o empate, nas duas. Assim o jogo terminou em 2 a 2.

Com a chegada de Dorival Júnior, e um jogo considerado fácil, todos tinham a certeza de que o São Paulo iria começar tua subida na tabela, nessa quinta (13/07). Assim, Dorival tinha todas as peças de reforço, menos Maicosuel (reequilibro muscular). Além também de ter "escolhido" Thomaz (naturalizado boliviano) e Lugano (uruguaio) para serem os estrangeiros de fora, já que só é permitido seis. A ideia inicial de Dorival era a mesma de Ceni, porém o atual técnico faz questão com que Pratto não precise sair da área para buscar a bola, mas sim que a bola chegue até ele. Por conta disso, apostou em um meio-campo "povoado", com Petros, Gomez, Cueva e até Jucilei tendo liberdade para ataque. Também teve Wellington Nem descendo bastante pela direita e Buffarini indo pelo meio, quando atacavam.

Já no 1º tempo podemos ver muitos erros técnicos, principalmente de Buffarini e Wellington Nem. O lateral não acertava nenhum cruzamento, enquanto Nem errava até os passes. Foi uma etapa de equilibro total, São Paulo tinha maior posse de bola, mas não a aproveitava. No 2º tempo, as coisas mudaram. O Tricolor Paulista pareceu mais ligado. E aos 12', após cobrança de falta de Cueva, a bola bateu no travessão e no rebote, Pratto chutou dentro do gol, o goleiro tirou, mas já tinha passado da linha. Mesmo assim, depois de ter dado rebote, Petros chutou e não teve discussão. Foi o primeiro gol do jogo. Entretanto, oito minutos depois do gol, o São Paulo tomou o empate. A bola foi cruzada na área, Cueva tirou errado e a bola sobrou para Niltinho, que mandou no canto do gol. Depois dos gols, o jogo ficou morno, nem pra lá e nem pra cá. Só aos 38' que Marcinho fez um golaço de fora da área. Colocando, novamente, o Tricolor à frente. Todavia, dois minutos depois, o empate veio. O Atlético-GO fez o que quis na área são-paulina e Everaldo marcou de calcanhar. Assim, o jogo terminou com empate de dois gols.

Com o empate, o São Paulo foi para 12 e subiu duas posições, mas não saiu da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, Tricolor vai até Arena Condá, enfrentar a Chapecoense, domingo (16/04), às 16h.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo, Morumbi - SP
Cartões Amarelos: Gilvan, Igor e Walter (ACG)
Gols: Petros e Marcinho (SAO); Niltinho e Everaldo (ACG)
Arbitragem: Marielson Alves Silva (BA), auxiliado por Alessandro Rocha Matos e Elicarlos Franco de Oliveira (ambos da BA)

SÃO PAULO
Renan, Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei, Petros, Cueva (Gilberto) e Jonatan Gomez (Lucas Fernandes); Wellington Nem (Marcinho) e Pratto. Técnico: Dorival Júnior

Atlético-GO
Felipe Garcia, André Castro, Roger Carvalho, Gilvan e Bruno Pacheco; Marcão Silva, Igor (Paulinho), Jorginho e Andrigo (Everaldo); Niltinho (Luiz Fernando) e Walter. Técnico: Doriva

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.