Header Ads

Chapecoense vence São Paulo e reencontra o caminho das vitórias

Foram sete jogos sem vencer, uma derrota na ultima quinta-feira por 3x0 diante do Sport na Arena Pernambuco, a Chapecoense que liderava o Brasileirão na terceira rodada e com a melhor defesa da competição despencou e chegou a ficar na primeira posição acima da zona de rebaixamento.

Renato Padilha/Mafalda Press/Gazeta Press
O adversário deste domingo (16) era um São Paulo, com as mesmas preocupações do Verdão, com oito partidas sem vencer, 12 pontos e abrindo a zona de rebaixamento, a partida era considerada como uma final de Copa do Mundo por ambas as equipes.

Sem contar com Wellington Paulista, Arthur, Reinaldo e Vitor Ramos, a Chapecoense encontrou o caminho das vitórias e enfim fez o torcedor comemorar na volta a Arena Condá, com gols de Túlio de Melo e Lucas Marques o Verdão chegou a 18 pontos, cinco a mais que o Avaí, primeira equipe na zona de rebaixamento.

Com a bola rolando vimos um primeiro tempo com um futebol de baixa qualidade, poucos inspirados às equipes encontravam dificuldades para criar jogadas de perigo. A alternativa era as bolas paradas, o São Paulo aos 10 minutos assustou após cobrança de falta de Cueva, que Pratto ajeitou para Rodrigo Caio chutar fraco para defesa de Jandrei.

A Chapecoense respondeu da mesma maneira aos 18 minutos, Seijas cobrou falta de longe e acertou a trave de Renan Ribeiro, por muito pouco não abrindo o placar na Arena Condá. Aos 39 minutos foi a vez de Luiz Antônio novamente de longe cobrando falta assustar o goleiro tricolor que defendeu em dois tempos e salvou os paulistas.

As equipes voltaram para o segundo tempo sem alterações, quem iniciou pressionando foram os visitantes, Rodrigo Caio como um lateral avançou e cruzou na medida para Pratto cabecear fraco para defesa de Jandrei.

Vinícius Eutrópio resolveu mexer na equipe, Lourency entrou no lugar de Moisés Ribeiro e Túlio de Melo no lugar de Perotti, as alterações não demoraram muito para surtir efeito, depois de cobrança de falta de Diego Renan aos 17 minutos, Túlio subiu mais que Júnior Tavares e de cabeça abriu o placar para a Chapecoense.

O gol deu mais animo para o Verdão, a confiança parecia aos poucos retornar aos gramados da Arena Condá, Seijas quase ampliou aos 25 minutos em cobrança de falta rente a trave direita de Renan Ribeiro.

O relógio virava inimigo Chapecoense que não via a hora de ouvir o apito final do árbitro para enfim comemorar uma vitória, aos 42 minutos Luiz Antônio por muito pouco não fez o segundo ao chutar de longe e acertar a rede pelo lado de fora.

O árbitro assinalava 4 minutos de acréscimo, o São Paulo partia para cima, mas coube a Lucas Marques aos 46 minutos fechar o placar, Lourency foi esperto e roubou a bola de Júnior Tavares e a bola sobrou para o meia do Verdão que arriscou de longe e fez o segundo, para festa dos mais de 10 mil torcedores que compareceram a Arena Condá.

Com a vitória a Chapecoense chega a 18 pontos, na 13° colocação, respirando um pouco na tabela. A comemoração dura pouco tempo, já na quarta-feira (19) viajará para o litoral paulista enfrentar o Santos, às 19h30min.

Marcelo Weber || @acfmarcelo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.