Header Ads

De virada, Chapecoense perde para Atlético-GO na Arena Condá

Pela segunda vez no ano, a Chapecoense entrou em campo na manhã deste domingo (30), o adversário era o lanterna do Campeonato Brasileiro, já o Verdão vindo de uma classificação para as oitavas de finais da Copa Sul-Americana depois de vencer o Defensa y Justicia nos pênaltis na última terça-feira.

Foto: Sirli Freitas/Chapecoense
Com quase 10 mil torcedores, era impossível imaginar em um tropeço do Verdão frente aos Goianos, porém vimos uma Chapecoense apática, sem vontade e com muitos erros individuais. Já do lado dos visitantes, entrega total e uma grande partida, que levaram a vitória de virada pelo placar de 2x1.

Sem poder contar com Grolli suspenso, outro desfalque importante foi a ausência de Vitor Ramos entregue ao departamento médico, Vinícius Eutrópio que voltou a ser julgado pela expulsão quando ainda defendia o Santa Cruz teve sua pena diminuída para uma partida, também ficando fora do duelo.

Nem todas notícias eram ruins, Roberto recém contratado junto ao Santa Cruz, e os equatorianos Penilla e Guerrero estiveram pela primeira vez no banco de reservas, ficando a disposição do técnico interino Emerson Cris.

Com a bola rolando, vimos poucas oportunidades nos primeiros minutos da primeira etapa, com o passar do tempo, as equipes se soltavam mais. Muitos esperavam um Atlético Goianiense recuado, e com o Verdão pressionando.

Porém não era o que víamos em campo, os visitantes usavam a velocidade para assustar o Verdão, mas pecavam nas finalizações. Na primeira boa oportunidade, aos 27 minutos Arthur subiu mais que a zaga e de cabeça assustou o goleiro Felipe, que fez a defesa. A resposta veio dois minutos depois, Paulinho arriscou de primeira, com efeito a bola passou raspando o travessão, assustando Jandrei.

Mesmo jogando mal, o Verdão saiu na frente, quando aos 39 minutos, Lucas Marques cobrou escanteio e encontrou Luiz Otávio, que se antecipou a marcação e cabeceou para o fundo das redes, abrindo o placar na Arena Condá.

Com a vantagem no placar, os visitantes voltaram para o segundo tempo em busca do empate, foi assim que aos 2 minutos Jorginho teve a oportunidade de empatar, ficando cara a cara com Jandrei, mas finalizando mal por cima.

A Chape respondeu aos 7 minutos, quando Apodi recebeu na área e mesmo sem ângulo finalizou para boa defesa de Felipe. O Verdão controlava a partida, com marcação forte parecia impossível deixar a vitória escapar.

Aos 20 minutos Emerson Cris resolveu mexer na equipe, Lourency e Luiz Antônio entraram nos lugares de Seijas e Moisés Ribeiro. As alterações mexeram negativamente com a equipe, os dois não entraram no ritmo da partida. Dois minutos depois, Luiz Fernando fez linda jogada pela esquerda, invadiu a área e deixou Diego Rosa livre, que apenas empurrou a bola para o fundo das redes, empatando a partida.

O gol fez a Chapecoense se perder de vez em campo, e motivou ainda mais os visitantes, aos 27 minutos Luiz Fernando arriscou e acertou o travessão de Jandrei. Emerson Cris ao ver que a sua equipe não conseguia pressionar, sacou Lucas Marques e colocou Penilla, que fez sua estreia com a camisa Chapecoense.
Aos 38 minutos a virada rubro negra, após belo cruzamento da esquerda, Gilvan cabeceou sem chances para Jandrei, para desespero dos torcedores do Verdão na Arena Condá. Logo após o segundo gol dos visitantes, muitas vaias, principalmente para o lateral Reinaldo.

Por muito pouco o Verdão não empatou a partida novamente, Penilla fez bela jogada e chutou cruzado, a bola desvia na zaga e bate na trave de Felipe. Após o apito final do árbitro, muitas vaias vindas das arquibancadas para o elenco Chapecoense após a derrota por 2x1 para o lanterna da competição.

A Chapecoense volta a campo novamente na Arena Condá na próxima quarta-feira (2), quando recebe o Bahia pela 18° rodada do Campeonato Brasileiro, às 19h30min.


Marcelo Weber || @acfmarcelo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.