Header Ads

4° título da Supercopa da UEFA: Temporada iniciada com o pé direito

Em jogo válido pela Supercopa da UEFA, o Real Madrid enfrentou o Manchester United nesta terça-feira (08), e se sagrou campeão pela quarta vez da competição. Destaque para atuação de Isco, que foi um dos pilares da vitória merengue, e a do brasileiro Casemiro, que imperou no meio-campo.

Pela Champions Cup (que não é parâmetro para presumir opiniões, diga-se de passagem) havíamos confrontado a mesma equipe inglesa, na qual empatamos e perdemos nos pênaltis. Aonde quero chegar com essa observação? Simples. A pré-temporada do Real Madrid não foi lá tão empolgante — empate contra o Manchester United, posteriormente perdendo nas penalidades, goleada sofrida contra o Manchester City (4-1), derrota para o Barcelona (3-2) e empate com o time dos principais jogadores da MLS, porém, vitória nos pênaltis. 

Saindo desse âmbito futebolístico, presunção de como será a temporada de uma equipe pelo o que apresentou na pré-temporada, quando finalmente se inicia a temporada e logo de cara valendo título, a história com o Real Madrid é outra. Contra o estilo de jogo do técnico português conhecido como "o ônibus de José Mourinho", a equipe merengue passou o trator.

Campeones, campeones, ole, ole, ole!!! (Foto: Facebook/ Real Madrid C.F.)

No primeiro tempo, a equipe merengue pressionou assiduamente e deu muita dor de cabeça aos ingleses. Teve finalização de Bale dentro da área, cabeçada de Casemiro no travessão, chutes a gol, rápida troca de passes, Isco correndo por todo flanco do campo buscando jogo e por aí vai. Praticamente só o Real Madrid jogou no primeiro tempo.

A forte marcação do Manchester United foi desvigorada após desatenção de um de seus jogadores para formar a linha de impedimento, caracterizada pelo ônibus montado por Mourinho — Aos 24', Carvajal deu lindo passe para Casemiro, que, livre na área, finalizou de perna esquerda para o fundo das redes, marcando o primeiro gol da partida.

Segundo tempo:

No segundo tempo, com a entrada do promissor atacante Marcus Rashford, a equipe inglesa teve uma sonora melhoria no ataque, mas que passou a ser mais dinâmico após o segundo gol do Real Madrid. Aos 52', em bela jogada trabalhada de Isco e Bale, que desmontou a zaga adversária, o espanhol ficou cara a cara com seu compatriota De Gea e não desperdiçou a oportunidade, batendo cruzado e com categoria. Isco marcou o segundo gol da partida. 2-0. 

O Manchester United até se empenhou mais após o segundo gol, acionou o goleiro Keylor Navas esporadicamente, que estava meio inseguro na partida, rebatendo bolas fáceis, culminando no único gol da equipe inglesa. Lukaku, que poucos minutos depois de perder um gol feito em bola rebatida por Navas, marcou o único gol dos ingleses. Rashford também desperdiçou uma bela chance. FT: Real Madrid 2-1 Manchester United.



Resultado justíssimo, fazendo jus a equipe que jogou um futebol mais vistoso e envolvente. Com o título, a equipe merengue chega ao seu 4° título da Supercopa da UEFA. Volta aos gramados no dia 13 de agosto, quando disputará a final da Supercopa da Espanha, contra o Barcelona. #HalaMadrid 

Por: Kayo Henrique | | Twitter: @Heenrique010


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.