Header Ads

Agradecemos pelo ceticismo

Torcida aguarda retorno ao lar, dia 19, contra o Cagliari (foto: Juventus.com)

"Quanto mais eu aprendo, menos eu sei", este que vos escreve se sente assim neste momento. Estamos a mais de três semanas do fim da janela e já começaram as "avaliações definitivas" sobre a janela de transferências não apenas na Itália e sua mídia tendenciosa mas certamente o fazem as de outros países. Entendo que precisam vender com achismo sem embasamento para não ficar atrás dos demais na informação, ainda mais em uma era tão dinâmica quanto a nossa. 

Na Itália, a impressão que alguns veículos passam para quem chegou agora de "outro planeta" é que a Juventus é um dos piores times do país, simples assim. Que é queda absoluta, mercado ruim, jogadores medíocres, vendas ruins e time sofrível, sim, tudo isso baseado numa pré-temporada. A estes eu deixo o meu obrigado...
Somos a Juventus, vivemos de desafios e novas conquistas, nos alimentamos da esperança alheia e fazemos do ceticismo a nossa gasolina para um motor beberão sempre impulsionado por triunfos. A desconfiança é um fator motivador para jogadores, diretores, treinadores e envolvidos com essa equipe e time.

Em resumo:
2011/2012: Depois de dois sétimo lugares, vencemos de forma invicta;
2012/2013: Conte suspenso por meses, será? Foi;
2013/2014: Pode ser de fato avassalador? Foi, 102 pontos;
2014/2015: Conte saiu, com Allegri não será a mesma coisa. Foi, e Coppa Italia com boa campanha na UCL;
2015/2016: Sem motivação, Pirlo, Tevez e Vidal. Começo em décimo quarto na tabela, Agora cai... Não caiu. Recuperou e Outro título e copa nacional;
2016/2017: "Terceiro ano de Allegri é sempre ruim", mais dois títulos nacionais e outra final de UCL depois de inúmeras mudanças táticas e técnicas ao longo do ano, sem perder força.
Tudo isso sem falar no crescimento financeiro e estrutural do clube nos recentes anos. Mas por mais que eles vejam, não aprendem a não subestimar-nos.

2017/2018 está aí... Podem colaborar com as desconfianças, a vitória nunca é certa e os rivais estão buscando aumentar seu poderio mas nós não estamos saciados, pelo contrário, famintos e a espreita do banquete.

Ansioso pelo julgamento verdadeiro, aquele que dá o campo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.