Header Ads

Furacão sonolento, perde forças e facilita vitória do Urubu

Domingo dia de Furacão! Ou não! Boa campanha, franca recuperação, você se prepara para aquele jogão na tela, na tela da TV a cabo. A imprensa Paranaense sabe apenas ridicularizar tudo que se refere ao Atlético, apoio que é bom "0". Puxa saco de paulistas e você não tem como ser um paranaense legítimo, é obrigado a ver em TV aberta jogos de "fora", vergonhoso. Já que a RPC (Rede "Paulista" de Comunicação) não divulga o que é nosso, vamos para o “payperview”. Enquanto isso, o diretor Fred Luz elogia e diz que o Atlético serve de inspiração ao Flamengo.

O jogo começa já com aquele ar de jogo equilibrado, na toada dos últimos jogos fora e você já desenvolve um enredo em sua cabeça do "dá para ganhar", mas a preocupação começa quando você vê que Eduardo Henrique não produz o que deveria e que Lucho seria o “cara” para liderar aquele meio de campo. Ainda assim você não se preocupa, acha que o time irá encontrar o caminho, problema é que o adversário encontrou primeiro. Aos 2´ o Furacão já chegou mostrando sua cara, Nikão cruzou rasteiro e Ribamar não alcançou. 

O drible desconcertante de Berrío me deixou desconfiado. 11´ Eduardo Henrique bateu de fora nas mãos de Diego Alves. Aos 16´ gol do Flamengo. Escanteio, zaga falha na marcação, Guerrero cabeceia, Weverton espalma nos pés de Diego que só teve o trabalho de marcar. (Weverton falhou, mas fez 4 defesas incriveis, tem crédito de sobra). Com o gol o Atlético se perdeu. O meio ficou totalmente inoperante e o ataque com Nikão, que tentava algo na individualidade. um time sem força sobrecarregando a zaga. Domínio do Fla, segundo gol era questão de tempo.

Foto: Fabio Wosniak / Site Oficial
31´ Berrío cruzou, a zaga afastou mal e Arão emendou de primeira, sem chances para Weverton. 2x0. 36´ Pavez arriscou de fora, a bola passou perto. Segundo tempo e Fabiano voltou com alterações que não me agradaram. Sidcley por Coutinho e Ribamar por Pablo. O jogo era pra Lucas Fernandes e Ederson. Precisávamos de rapidez, chutes de longe e melhor aproveitamento das bolas aéreas. O time voltou melhor, com mais posse, mas sem finalidade e sem finalização, ou seja, não resolvia nada. 

Aos 13´ em falta cobrada por Guilherme, Paulo André desviou e a bola caiu nos pés de Pablo que na hora do arremate furou. Nikão já havia dado uma furada quando de uma tentativa de cruzamento. O Furacão até chegava na área do Fla, mas na hora de concluir errava demais e pior, acabava tomando sucessivos contra-ataques pela fragilidade de seu meio campo. Em um desses contra-ataques, aos 21´ Arão ficou cara a cara com Weverton e perdeu uma chance incrível. Aos 23´ Guerrero tentou de fora e a bola passou lambendo a trave. 

O Atlético assistia e aceitava o toque de bola do Flamengo, não marcava, não cercava, dava espaços e o Urubu chegava com mais perigo. 25´ Furacão apareceu com Pablo de cabeça. Rossetto entrou no lugar de Eduardo Henrique para acabar com a lentidão do meio. O meio melhorou. 30´ Bola alçada na área Coutinho de cabeça, quase. 31´ Nikão de cabeça, quase. 34´ foi a vez do Fla com Guerrero, quase um golaço. 35´ Romulo de cabeça e uma defesa espetacular de Weverton. Aos 45´ Rodolpho de cabeça e nova defesa espetacular de Weverton. Aos 47´ Guerrero recebe cara a cara e Weverton faz milagre evitando goleada histórica no Rio.


Em tempo: Tirinhas valiosas


O time vence, é maravilhoso! O time perde, ninguém presta! Certos jogos não aceito a apatia, mas ser derrotado no Rio pelo Flamengo não é demérito. Sei das limitações de alguns atletas, mas sei que outros atletas estão sendo poupados para jogos posteriores. Acontece que o torcedor pergunta o “porquê” do clube não informar nada. Vou exemplificar: UOL pega comentário simples de Paulo André e transforma em manchete comprometedora capaz de colocar o elenco contra o atleta. Imaginem se o clube divulgar coisas mais relevantes. 

Oposição de MCP adora xingar todos que defendem tudo sobre o Atlético. Tudo que é com intuito de construir o futuro do Furacão é tratado como lixo. As mentes “brilhantes” que pensam possuir, servem apenas para xingamentos, falta de respeito, ameaças e todo tipo de conspiração contra a torcida que discorda deles. Inclusive bloqueando Atleticanos que querem apenas ler e falar do Atlético. Para eles só serve quem xinga e torce contra o clube. São apenas coxinhas disfarçados de Atleticanos, salvo raras exceções! E se acham democráticos, piada!

Advogados oposicionistas a MCP defendendo a Organizada? Procede isso produção? Pode isso Arnaldo? “Atleticanos” trabalhando contra o Atlético? Compactuam com a invasão e todos os acontecimentos daquele dia? Interessante que justamente daquele dia e distúrbios provocados pela Organizada para cá, a média de público despencou. Será coincidência ou as famílias não querem se arriscar? Ainda querem falar em união, mas unir o que? Com quem? Com gente que não tem a minima vontade de unir? Esses é que querem ser o futuro do clube? Deus me livre! Já vi o clube no "inferno" 23 anos atrás, não quero ver aquilo "dinovo"! "Dinovo", nunca mais! 

Por: Robson Izzy Rock @Robson_IzzyRock 

Um comentário:

  1. concordo mas Pablo e Coutinho estao mal faz muito muito tempo

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.