Header Ads

Pré-jogo: Alavés x Real Sociedad: Clássico dos desesperados

Formando dupla com Diego Llorente, Raul Navas faz parte da zaga mais vazada da LaLiga (Arizmendi/Diario Vasco)

Neste sábado, às 13h30, horário de Brasília, a Real Sociedad volta à ativa após a data FIFA medindo forças em um clássico basco contra o Alavés, no Estádio de Mendizorroza. Apesar da tabela mostrar a Real Sociedad em 8º lugar e o Alavés em 19º, o desespero é compartilhado na mesma intensidade pelos dois times. Estamos em uma queda de performance imensa, sem vencer há 5 jogos, enquanto o adversário está atolado na terrível zona da degola.
Verdade seja dita, o Alavés vem de vitória, a única no torneio até o momento, fora de casa contra o Levante. De treinador novo, o veterano italiano Giovanni di Biasi, com passagens pelo próprio Levante, Torino, Udinese e recém advindo de um trabalho de seis anos pela seleção albanesa, a equipe busca tirar da memória o péssimo início sob o comando do argentino Luis Zubeldia e já demonstrou uma evolução tática no último jogo.
Em uma formação sólida no 4-1-4-1, Alvaro Medrán ganhou mais protagonismo e pode ser a principal ameaça armando as jogadas pelo centro do campo. Ibaí Gomez, ex-Athletic Bilbao, também é uma boa alternativa técnica do time, jogando pelo vértice direito do meio-campo. Já Munir vem sendo a referência ofensiva do time, porém com sua mobilidade característica não será presa fácil para nossa dupla de zaga.
E por falar em nossa dupla de zaga, seguimos sem Iñigo, se recuperando de lesão. Com isso, Navas e Llorente devem voltar a ser nossa dupla titular no setor. Também não contaremos com Zurutuza, e vejo Canales titular pela posição se o esquema se manter no 4-3-3, ou a entrada de Igor Zubeldia formando um doble pivot com Illarramendi, dando mais liberdade no último quarto de campo a Xabi Prieto.
Somados a eles, seguem de fora lesionados também Carlos Martínez, Jon Guridi e Imanol Agirretxe. Com isso seguem os relacionados de Eusebio Sacristán:
GOLEIROS: Rulli e Toño
DEFENSORES: Odriozola, Aritz, Navas, Llorente, De la Bella e Rodrigues
MEIAS: Illarra, Zubeldia, Pardo, Canales, Januzaj e Prieto
ATACANTES: Juanmi, Oyarzabal, Vela, Willian José e Bautista

Nosso sistema defensivo, que é o pior do campeonato, precisa mostrar alguma melhora após esses dias livres de trabalho. O começo avassalador chegou ao fim graças a queda de forma não só da zaga quanto do próprio Gero Rulli, que sequer foi convocado para a Argentina desta vez, e que é o goleiro com maior concessão de gols em finalizações certas do adversário, com apenas 51% de defesas, praticamente 1 gol a cada 2 chutes. Um completo absurdo!
Quanto ao ataque, não há muito o que criticar, a não ser que Eusebio pare de revezar tanto entre Oyarzabal, Januzaj e Juanmi nas pontas, de preferência com o ainda inadaptado belga sendo a última opção dos três. Fora isso, temos time para vencer nossos rivais locais.
GORA ERRALA!!!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.