Header Ads

Vila Nova 0x0 Oeste: Sem reação, Tigrão empata pela terceira vez no Serra Dourada

Na tarde do último sábado (21), jogando no Serra Dourada o Tigrão não passou do empate sem gols com o Oeste. O torcedor não teve muito o que comemorar, a partida era vista como o famoso jogo de 6 pontos e em caso de vitória do colorado o colocaria de volta ao G-4 ou ainda mais próximo dele. Mas, não foi dessa vez. 

Apesar do empate com gosto amargo, o Tigrão se manteve na 5 colocação e está a 2 pontos do 4 colocado, o Paraná que também empatou nessa rodada. Na próxima rodada em confronto direto contra elo G-4, Paraná e Vila Nova se enfrentam e o vencedor desse duelo ficaria em uma situação confortável na tabela. 

Vila Nova 0x0 Oeste (Foto: Reprodução / Globo Esporte GO).

Com uma atuação bem apagada no primeiro tempo, o Tigrão não conseguiu furar a defesa do Oeste. A melhor oportunidade dos donos da casa foi Alípio, que de carrinho tentou mas, o goleiro do Oeste fez uma boa defesa. Logo em seguida após uma cobrança de falta, Brunão desperdiçou outra boa oportunidade para o colorado. 

O Oeste por si só também não conseguiu furar a defesa colorada. A grande chance dos visitantes foi com Raphael Luz, que chutou de fora da área. 

De volta para o segundo tempo, o Vila melhorou bastante na partida. Conseguindo criar boas jogadas, mas ainda errando bastante o último toque. E aos 25’ o Oeste ficou sem um jogador. O atacante Betinho que já tinha amarelo, fez falta em Maguinho após uma boa jogada do lateral colorado. 

O Vila então conseguiu buscar mais o jogo, mas ainda errava muito o último passe. Partida terminou 0x0, resultado nada agradável para o Vila Nova que ainda luta por uma vaga entre os quatros melhores colocados. 

A próxima batalha do Vila Nova e diante do Paraná em Coritiba na terça-feira (24). Jogo que pode definir o futuro do Tigrão na competição e se continuará na briga por acesso ou não. 

O técnico Hemerson Maria após a partida falou que trocaria o empate pela vitória diante do Paraná. “Nós não podemos fraquejar agora e achar que está tudo perdido, como não achamos contra o Goiás. Quando empatamos com o Goiás algumas pessoas nos enterraram vivos, mas fomos lá em Criciúma e mostramos a força do nosso grupo. Agora tem a questão do cansaço e do emocional. Vamos jogar contra o Paraná e lá pode estar lotado e teremos pressionado com o resultado”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.