Header Ads

O pesado fardo do momento milanista: a culpa não é do Gattuso



Concordo que o nosso coração rossonero tem sido castigado nos últimos tempos e que já estamos fartos de times de meio de tabela e quem nem longe enchem os olhos. Mas tenho observado um tratamento injusto de parte da torcida com relação ao Gattuso. Bastaram dois jogos sem vitória (num jogo em que foi prejudicado pela arbitragem, e outro em que o time jogou classificado e com a equipe reserva) para que parte da torcida já crave o Gattuso como sendo incapaz para o cargo de treinador. 

Fonte: UEFA

É bom lembrar para as pessoas que não é ele o culpado pela atual situação do time. E a mesma torcida que teve paciência de monge com o Montella, mesmo ante ao fraco desempenho do time, agora se apressa em fazer julgamentos sobre o Gattuso, que tem menos de uma semana à frente do time. É preciso ter calma e observar que o Gattuso em dois jogos teve a percepção que o Montella não teve em mais de vinte: a necessidade de mudança do esquema tático, mais especificamente, a retirada da formação com três zagueiros, que vinha mal em todos os setores do campo. 

É garantia de uma formação com quatro zagueiros dará certo? Claro que não. Mas pelo menos o Gattuso se mostra atento e ágil nas mudanças, diferente do seu antecessor que morreu abraçado com suas ideias, mesmo elas não dando sinais de sucesso. Outra coisa que me agrada é a sua postura de cobrança, completamente diferente da figura apática do Montella, mostrando que se incomoda com a atual situação e que não tem problemas em deixar claro aos outros a sua parcela de culpa na situação. 

Alguns têm falado da postura do treinador ao realizar críticas direcionadas ao André Silva. "Parecia um estranho na equipa. Quando tens a oportunidade de jogar 90 minutos com a camisola do Milan, tens de fazer mais", disse Gattuso em entrevista após o jogo. Alegando que ele pode perder o grupo com esse tipo de declaração. Penso que ele talvez tenha sido injusto com o alvo da crítica, já que o André Silva vem tendo poucas oportunidades e outros jogadores que vêm tendo sequência maior com um rendimento pior que o do português não foram criticados da mesma forma. 

Porém, consigo entender a tentativa do Gattuso de mexer com o brio do jogador e passar a mensagem da necessidade de fazer mais a todo o time. Não vejo gravidade na declaração, até porque é nítida a falta de entrega e a displicência de muitos jogadores, que por serem mimados, acabam se achando estrelas consagradas mesmo não tendo feito nada no futebol ainda.  

Por isso, penso que temos que dar mais tempo ao Gattuso e também ficar atento ao rendimento dos jogadores, além de parar protegê-los quando vão mal. Em nosso emprego se não rendermos seremos cobrados, por que jogadores que ganham fortunas e têm uma excelente estrutura de trabalho ao seu dispor não podem ser? 

O Gattuso está certo em cobrar mais dos jogadores, porque uma parcela muito grande da responsabilidade também é deles. Uma cobrança pública não matará ninguém. Até porque os treinadores vêm recebendo toda a culpa pela atual situação do clube, é hora de dividir esse fardo. 

Por Gil Costa

https://twitter.com/gilmarcostatp 

https://www.facebook.com/GilCostatp


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.