Header Ads

A base, o comandante e Gabigol

O Santos virou o jogo em campinas nos acréscimos após as três alterações perfeitas de Jair Ventura, colocando os jovens pra jogar e consequentemente o time pra frente, em busca do resultado. Após o anúncio da contratação do menino da vila, santista e cruel, o gabriel, e a vitória dessa quinta (26) é impossível não se animar com tanta coisa boa.


Gabriel provavelmente estreará contra o Palmeiras no Allianz, dia que Bruno Henrique e Lucas Veríssimo voltam ao time titular´, a torcida está empolgada para ver um trio de ataque formado por Rodrygo Góes, Bruno Henrique e Gabigol, além da provável vinda do meia Lucas Zelarayan que seria o substituto ideal de Lucas Lima na armação.



Aspectos da partida :

O embate entre Santos e Ponte Preta desta quinta-feira foi mais um jogo muito disputado entre as duas equipes, o primeiro tempo foi dominado pela macaca e deixou evidente as deficiências do time da vila. Mais uma vez os dois laterais do Peixe foram muito mal, principalmente o Caju que teve sua oportunidade e desperdiçou; Victor Ferraz novamente não acertou cruzamentos e revoltou a torcida que clama pela titularidade do jovem Daniel Guedes.



O gol da ponte no início da partida revelou uma falha coletiva de entrosamento que até o incontestável Vanderlei falhou. Matheus Jesus por evidente falta de preparo físico não conseguiu exercer a função do poupado Renato com eficiência e logo foi substituído por Jean Mota. Copete deixou claro que é ponta-esquerda e o Sasha demostrou que mesmo não sendo o " 9 clássico " tem mais qualidade do que o Rodrigão, até no cabeceio, como marcou o gol de empate, após entrar no jogo.


Gol de Sasha após cruzamento de Copete (Por: Reprodução)
A base e o comandante :


Jair Ventura expôs sua relação intima com as categorias de base e seu grande apreço por jovens. Praticamente adotou os meninos que subiram como seus filhos e está mantendo conversas frequentes e aconselhando-os, para que brilhem cada vez mais. A torcida espera que ele promova a ascensão de jovens destaques do Santos B e da copinha, como : Gabriel Calabres, Diego Pituca e Diogo vitor, esse e aquele estão integrados ao time principal enquanto este está esperando a renovação que está encaminhada. 



Os céus da Vila Belmiro estão em constante tempestade, novamente caiu um raio. Rodrygo Góes é o nome da fera. Aos 17 anos (09/01/2001), marcou seu primeiro gol pelo time profissional em uma jogada de instinto nos acréscimos e decidiu a partida com uma finta. Ele é rápido, driblador e finaliza muito bem, com um estilo de jogo que lembra Robinho e Neymar no começo de suas carreiras é impossível não criar expectativas para seu futuro.


Primeiro gol de Rodrygo pelo profissional. (Por: Reprodução/ Ivan Storti) 

Então torcedores, precisamos ter paciência por ser início de trabalho, Jair mostrou que tem qualidade e está empenhado a manter o DNA ofensivo histórico da nossa equipe. Vamos apoiar e comparecer nos estádios. Domingo é nosso dever lotar o Pacaembu na partida contra o Ituano ás 19:30 horário de Brasília, será a preparação para o clássico do dia 04/02 contra o Palmeiras. Não esqueçam do orgulho de ser santistas, pois é um orgulho que nem todos podem ter.


Por : Gabriel Ferraz / @_vsferraz

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.