Header Ads

O CEO não é o limite

Para fechar com chave de ouro a semana de estreias, o Galo enfrentou o CEO no Estádio Rei Pelé. A partida promoveu as estreias de Ruan, Edson Borges, Gabriel, Leílson e Dudu. Buscando o tetracampeonato, o CRB agora volta a campo na quarta-feira contra o Coruripe, às 20h30 no Estádio Gerson Amaral.

Análise do jogo

O Galo começou forte, pressionando a concentração de posse do adversário em sua defesa. O setor ofensivo pressionou, buscou jogar nos erros do CEO para abrir o placar e conseguiu. Willians aproveitou o vacilo na saída de bola e logo conseguiu ser efetivo com um belo chute de fora da área. Era o primeiro gol do CRB aos 15' da primeira etapa.
O jogo seguia em ritmo de treino, com os jogadores do Regatas buscando fazer o que não foi feito no jogo passado.
A posse de bola, que quando era do Galo, conseguia manter o adversário em seu campo de defesa, foi necessária para ter controle do jogo. Mas foi só o CEO tentar uma marcação alta no meio-campo, que Edson Ratinho descolou um passe genial para Neto Baiano. O jogador correu livre de marcação, fingiu o chute ao entrar na área, o goleiro caiu na graça do atacante, e Neto Baiano tocou por cima, para ampliar o placar em 2 a 0.
(Pei Fon / Portal TNH1)
Foto: Pei Fon
O primeiro tempo ainda mostrou pontos fortes e negativos de alguns jogadores e da postura em campo. Pressionando a saída de bola, atacantes voltando para ajudar na marcação, volantes com qualidade na saída de bola e buscando o meia-armador, que conseguiu ter liberdade para criar, defender, desarmar e ajudar na construção das jogadas.
Não foi tão efetivo nessa partida, já que quando armou duas belas jogadas, Ruan não conseguiu dar seguimento. Em uma delas, até deu, mas Neto Baiano perdeu grande chance.
No segundo tempo, o Galo foi mais forte. Neto Baiano assinalou dois gols, em um, o goleiro deu rebote e o atacante conseguiu finalizar consciente para ampliar o placar para 3 a 0 aos 15'. Após as mudanças, o jogador de mais destaque que saiu da reserva foi Dudu. O atacante entrou aos 27', e em dois minutos armou uma bela jogada para Neto Baiano que acabou errando a finalização em uma. Já em outra, sofreu pênalti no qual o centroavante Neto Baiano conseguiu ser efetivo aos 29' e ampliar o placar para 4 a 0. Dudu ainda quase marcou um gol, mas a bola passou por cima da rede. A partida ficou cheia de incertezas, das quais não sabia se o CEO chegaria a esboçar uma pequena reação ou levar mais gols.
O Galo ainda chegou perto de outros gols, o CEO também, mas nada mudou, continuo no 4 a 0, e o CRB somou os primeiros pontos no estadual.

Ficha técnica

João Carlos; Edson Ratinho, Flávio Boaventura, Edson Borges e Manoel; Claudinei (Gabriel), Leílson, Rafael Bastos, Ruan (Dudu) e Willians (Ayrton); Neto Baiano

Técnico: Mazola Júnior

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.