Header Ads

A bola parada que dá resultado

Em preparação para uma sequência de jogos decisivos, o CRB enfrentou o CSE neste domingo (25) no Estádio Rei Pelé com apenas três titulares em campo. Algumas baixas na equipe foram por conta de lesões, casos de Leílson, Diego e Claudinei. Já Ayrton e Marcão (este último não é titular) ficaram de fora por conta do terceiro cartão amarelo.

Neto Baiano e o artilheiro do Alagoano
Foto: Ailton Cruz
A partida promoveu estreias esperadas há muito tempo. Willians Fernandes, que só havia jogado alguns minutos contra o Novo Hamburgo, fez seu primeiro jogo como titular neste domingo. E Juliano, que estava machucado, foi relacionado no último jogo contra o Santa Cruz, hoje também fez sua estreia, mas jogou mais avançado, como um camisa 10.
O jogo em si não teve grandes dificuldades. O CSE não atacou muito, mas em uma grande chance abriu o placar com Herick aos 41' da primeira etapa.
O Galo chegou ao empate aos 44', em cobrança de falta perfeita de Edson Ratinho. E alguns minutos depois, Neto Baiano foi derrubado na área em condição claríssima de gol, e o zagueiro foi expulso. O camisa nove do Galo foi pra cobrança e virou o jogo aos 48'. O placar permaneceria o mesmo até o fim do jogo, por 2 a 1.
O que chamou a atenção foi erros de alguns jogadores. Rafael Bastos perdeu um gol incrível em passe de Neto Baiano no segundo tempo, Manoel continua jogando muito inferior em relação a Diego na lateral.
Ruan teve uma melhora considerável, e Pedrinho entrou bem na partida. Willians que fez sua estreia no Rei Pelé também não comprometeu muito, mas precisa evoluir. Mesma coisa de Juliano que até foi bem na partida.

Ficha técnica

Edson Mardden; Ratinho, Everton Sena, Edson Borges e Manoel; Feijão, Willians Fernandes, Juliano (Pedrinho) e Willians Santana (Rafael Bastos); Juninho Potiguar (Ruan) e Neto Baiano.
Treinador: Mazola Júnior

1 minuto de silêncio

Foi respeitado um minuto de silêncio por conta do falecimento do torcedor Isaias Veridiano, que faleceu esta semana. Isaias era pai de Rodrigo Veridiano, repórter que cobre o CRB pela Rádio CBN. No momento do gol de Neto Baiano, o jogador foi até o repórter e o abraçou. Um gesto nobre para uma pessoa fantástica que passa por um momento triste.

Foto carece de fontes

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.