Header Ads

Atuação decepcionante, mas não é momento de caças às bruxas

A expectativa era grande, a equipe retornava a um confronto "com a cara de Champions", a ótima sequência rossonera e o mau momento vivido pelo rival traziam otimismo ao torcedor. Porém, alertei quanto ao perigo que rondava essa partida e pedi calma, já que mesmo em péssima fase, o Arsenal dos últimos anos é uma equipe mais acostumada a esse tipo de confronto (embora com muitas derrotas) e isso representava um cenário novo para a nossa equipe.

Imagem: ESPN

O jogo parece ter pesado para alguns jogadores, em especial para Calábria, que vinha de atuações confiantes e Biglia, que foi importante na sequência do time, mas para um cara com a sua experiência, acaba oscilando mais do que deveria em alguns jogos e hoje sua má atuação deixou o time muito exposto, sua falta de suporte do lado direito que contava com um Calábria nervoso acabou se mostrando o caminho da vitória para o Arsenal, além de ter falhado no segundo gol quando além de recuar muito deixou a bola lançada passar do seu lado. 

Porém, como disse no título, não é momento de achar culpados, nem achar que tudo está perdido, que era tudo ilusão, que o Gattuso já não presta. Eliminatórias por vezes são assim, 45 minutos ruins podem acabar com toda uma campanha. E o nosso primeiro tempo (embora o segundo também não tenha sido bom) complicou bastante a situação da equipe na eliminatória. Há chance? Sim, só que ficou complicado. Mas não é o fim do mundo, ser eliminado por um rival como Arsenal que há alguns anos em um patamar acima do nosso é algo normal. Não peço que o torcedor fique feliz com a mera participação da equipe na competição, mas que continue apoiando o time mesmo com esse duro baque sofrido hoje.

A equipe precisará de apoio já que uma derrota como essa pode abalar a confiança de uma equipe que vinha bem e sonhando alto. Não foi uma goleada, nem um vexame, mas soará para muitos como um choque de realidade (ao meu ver um resultado normal, mas haverá que pense que o time "não é isso tudo"). O jeito é erguer a cabeça e retomar a confiança no domingo contra o Genoa e jogar o máximo no jogo de volta na próxima semana, para que se caso a classificação não venha, pelo menos não abandonemos a competição sem dar o máximo, já que o transcorrer do jogo de volta pode ter forte influência na reta final da temporada. 

Estamos tristes, decepcionados, mas o jogo de hoje marcou apenas uma má atuação de um time em formação contra um time em um estágio um pouco mais avançado em uma tarde feliz. É hora de juntar os cacos, mostrar força e tentar a virada no jogo de volta.


Por Gil Costa

https://twitter.com/gilcostatp

  https://www.facebook.com/GilCostatp

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.