Header Ads

Tem que acreditar até o final

Foi na raça, foi na superação, foi na vontade, tudo parecia perdido, mas o jogo só acaba quando termina, um jogo pra tirar o fôlego, pra lavar a alma do torcedor azulino, tudo parecia perdido, mas desistir? Desistir jamais, como diz o ditado "A esperança é a última que morre"; é que jogo, Boquita ele mesmo responsável por mais um gol histórico, primeiro aquele lá em tombos, e agora esse, Boquita chegou a amargar o banco de reservas por um tempo, mas ele voltou e voltou pra ficar, estamos na final !

(Foto:Pei Fon/Portal TNH1)


Muita chuva na tarde deste Sábado(24) em Maceió,a previsão do tempo durante toda a semana se manteve estável com relação ao sol,sem resquícios de chuvas na capital alagoana,e curiosamente no sábado a tarde na partida entre CSA e ASA "ela" deu o ar da graça.

Em campo,o CSA se mostrou bastante ofensivo e buscava reverter o resultado negativo de 1 a 0 do 1° jogo em Arapiraca,para isso bastava ao Azulão vencer o ASA por qualquer placar que estaria com a vaga garantida.
Na primeira etapa as melhores chances saíram dos pés de Echeverría (no 1° chute a gol do jogo),Daniel Costa (Após bate e rebate na área,chute mascado sem muito perigo), Rafinha (Cobrança de falta perigosa),
e Didira (Principal nome do jogo,2 finalizações perigosíssimas, umas delas acertando o travessão do goleiro Dida).

O gol demorou a sair para o CSA,depois de tantas bolas desperdiçadas a equipe encontrou o caminho das redes no 2° tempo. Daniel Costa em cobrança de falta achou Leandro Souza livre que cabeçeou, o zagueiro Caíque do ASA finalizou o lance contra a própria meta.

ATÉ O APITO FINAL


A forte chuva e os erros de pontaria do time no 1° tempo eram um sinal de que a noite do torcedor azulino não seria fácil, fortes emoções aguardavam o torcedor do CSA no Rei Pelé.
Já com o 1 a 0 no placar a vaga estava eminente na cabeça do torcedor e até mesmo da própria equipe,quando tudo parecia ir bem para o Azulão foi o ASA que conseguiu o empate,Jean Carlos aos 47 DO SEGUNDO TEMPO.

Desespero,decepção,frustração,tristeza qualquer dessas palavras poderia resumir o sentimento do torcedor Azulino após o gol de empate,parte da torcida do CSA começou a deixar as dependências estádio,abandonaram a equipe quando mais se precisava.O futebol tem dessas coisas interessantes, e uma frase que pode ser vista como óbvia por muitos teve total resultado e sentido nesta tarde chuvosa no Rei Pelé: "O jogo só acaba quando termina",e foi exatamente isso o que ocorreu,alguns torcedores começaram a abandonar o seu clube,antes mesmo do término da partida,lamento pelos que sairam do estádio,pois perderam um dos gols mais emocionantes da histórica do CSA.51 MINUTOS DE JOGO,isso mesmo, 51 minutos do segundo tempo e Boquita se torna o herói da partida.

Agora o time Marujo aguarda seu adversário da final do estadual que sairá do confronto entre CRB e Coruripe,partida que ocorrerá neste Domingo(25) no mesmo palco da classificação azulina.

MAIS UMA FINAL E O GRITO DE CAMPEÃO PRESO NA GARGANTA!!!QUE VENHA O 38° TÍTULO ESTADUAL!!PRAA CIMA AZULÃOO!!


Por: Lucas André e Yuri Luan

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.