Header Ads

Se apequenando quando devia crescer

A proposta de jogo foi interessante, não era só pressionar o Ceará, precisávamos de muito mais. Se comportando de uma forma mais simpática em campo, o CRB buscava explorar o contra-ataque no primeiro tempo, pra evitar se expor e a chance de se classificar se encerrar ali mesmo. Mas ao optar pelo contra-ataque, Júnior Rocha fez com que o Galo segurasse o Ceará e pudesse já no fim do jogo atacar.
Um gol no fim da partida era o suficiente para acabar com uma possível reação do adversário, e a postura do CRB foi exatamente essa, fazer um gol no fim para não permitir que o Ceará tivesse tanto tempo para reagir.

Foto: Kid Junior
Infelizmente faltou qualidade técnica, frieza e eficiência. Notável que alguns jogadores atuaram muito abaixo, isso fez com que o Galo não chegasse com qualidade ao ataque. A frieza também ficou em falta, já que ao chegar no ataque, os jogadores finalizavam de qualquer jeito, não tinham o poder do improviso. E pior, a eficiência que continua a faltar, hoje não apareceu outra vez. Nas chances que teve Diego Rosa, Edson Ratinho e Mazola, era só ter frieza e chutar com convicção, mas nem isso fizeram. Diego Rosa optou pelo preciosismo de chegar mais perto do gol do que aproveitar o espaço que teve. Edson Ratinho recebeu um belo passe no primeiro tempo, mas deixou a bola passar, e na segunda etapa ainda roubou uma chance de Neto Baiano.
Mazola entrou no jogo e não conseguia acertar nada. Teve a chance do jogo no último minuto, mas faltou força, quis pegar a bola com jeito, não conseguiu fazer o gol.

Eliminados, agora é buscar reabilitação no Brasileiro

Com esta eliminação contra o Ceará, onde podíamos ter nos classificado, o CRB volta a se dedicar somente a Série B. Alípio, Bruno Paulo, Cleiton Xavier e Luiz Otávio devem oferecer uma melhora na qualidade do time. A concorrência no meio deverá ser forte, nos lados teremos outras opções. Agora teremos dois confrontos importantes, contra Guarani e Brasil de Pelotas, respectivamente, e conquistar pontos e brigar pelo acesso daqui pra frente será fundamental.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.