Header Ads

Vitória da tecnologia, três pontos para França

VAR entra em ação e gera muita reclamação dos australianos
Imagem: Getty
Pela primeira vez na história a Copa do Mundo conta com sistema de árbitro de vídeo, conhecido popularmente como VAR. Nos dois primeiros dias de competição, ele ainda não havia entrado em ação nenhuma vez, mas já na abertura do terceiro, foi talvez o grande protagonista.

Quem esperava que a França de Pogba, Griezmann, Mbappé e outros grande nomes do futebol mundial passeasse diante os australianos, se decepcionou. Num jogo fraco tecnicamente, sem muitas chances de gol, os franceses mostraram muita dificuldade e depois do auxílio do VAR no primeiro tento e do sistema da "linha do gol" no segundo, entrarem em ação, a partida terminou 2-1.

O JOGO

Quem assistiu os primeiros 10 minutos provavelmente se empolgou. Com muita movimentação no sistema ofensivo, a França pressionou muito o adversário, chegando finalizar quatro vezes nos momentos iniciais. Mas parou por aí. Os australianos equilibraram o jogo e conseguiram terminar a primeira etapa sem mais grandes sustos e quase indo as redes num desvio contra de Tolisso após cobrança de falta.

O segundo tempo por sua vez, entrou para história. Aos 10 minutos, Griezmann caiu na área após disputa com Risdon e se num primeiro momento, o árbitro uruguaio não assinalou nada, logo depois de assistir ao lance com auxílio do árbitro de vídeo, assinalou o pênalti. O camisa 7 francês e do Atlético de Madrid, cobrou e abriu o marcador.

Entretanto, três minutos depois os australianos empataram a partida, também de pênalti, mas dessa vez sem uso do recurso. Umtiti colocou a mão na bola descaradamente dentro da área e ficou fácil para o árbitro. Jedinak bateu com categoria e fez.

E quando caminhávamos para um empate desolador para França, Pogba tabelou com Giroud, dividiu com zagueiro e viu a bola encobrir o goleiro. Entretanto, o árbitro Andrés Cunha só confirmou o gol após ser avisado pelo seu relógio, de que a bola havia ultrapassado a linha totalmente. E por fim, 2-1 para os franceses.

Frances abraçam Pogba após o segundo gol
Imagem: Getty
Vale destacar que a França, mais uma vez entra para história das Copas. Depois de já ter sido a primeira seleção a marcar um gol com auxílio da "linha do gol" em 2014, feito o primeiro tento de todas as Copas em 1930, participado da primeira decisão de pênaltis em 82 e feito o primeiro gol de ouro em 1998, é em 2018, a primeira seleção a anotar o primeiro gol com interferência do VAR.

Mas no fim das contas, o placar ficou excelente para o time de Deschamps, que antes mesmo do início da competição, era considerado o ponto fraco da equipe. Agora, o treinador precisa encontrar soluções para sequência de jogos, contra Peru e Dinamarca. Por outro lado, os australianos não devem apresentar nada além do que se viu hoje, mas já mostraram que podem atrapalhar a vida dos outros adversários numa possível disputa pelo segundo lugar.

A próxima rodada do grupo C, acontece no dia 21/06, com Dinamarca x Austrália, às 9h (horário de brasília) e Peru x França, ao meio dia.

Pedro Ramos  |  @PeeRamos_


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.