Header Ads

Escutem a torcida.

Caros tricolores, o Fortaleza tentou mais uma vez voltar a campo na tarde deste sábado para o complemento da 15° rodada do certame nacional, dentro de casa com o apoio da torcida, mas, o resultado foi mais uma derrota, jogando um futebol horroroso e ainda por cima sem competência nenhuma para converter as chances claríssimas que teve, em gols. Essa derrota para o Atlético-GO por 1 a 0, atesta a péssima fase que o time vive e liga o sinal de alerta, pois, a vantagem que tínhamos na tabela caiu por terra e se não reagir logo,  pode acabar o primeiro turno fora do G4. Próximo compromisso é na sexta-feira diante do vice líder CSA, em Alagoas ás 21:30hs.

No jogo de hoje, Ceni surpreendeu escalando 3 volantes e deslocando Jean Patrick para fazer o lado direito ofensivo, time teve a maior posse de bola no primeiro tempo e perdeu duas chances com o atleta Marlon, mas, os erros de passes, os espaços no meio-campo, recomposição lenta e buracos nas costas dos laterais, prejudicaram demais a equipe.  O time goiano esperou para sair nos contra-ataques, e conseguiu o seu gol numa jogada rápida aos 21 minutos da primeira etapa. A partir daí foi um jogo de ataque contra defesa. Rival teve um jogador expulso aos 42 minutos por uma agressão ao lateral Bruno Melo.

O segundo tempo, o Leão foi para o ataque, a estreia de Douglas Coutinho deu um maior poder ofensivo ao time, que abusava dos cruzamentos na área e dos chutes de média distância. Goleiro rival fez boas defesas e o tempo foi passando sem nenhum sucesso para os comandados de Ceni. Quando a bola chegava com capricho, o atacante Wilson desperdiçava as oportunidades. O time até tentou, se esforçou, mas, pecou nos defeitos e não conseguiu nem empatar a peleja. Mais uma derrota, segunda seguida dentro de casa, distância para o segundo colocado evaporou e os rivais estão encostando no G4.

É mais um desabafo, falei sobre isso após a derrota diante do Oeste, time perdeu força, jogadores machucados, o melhor do time foi vendido para o Atlético-MG, mudança no esquema tático, rendimento pífio dos substitutos e uma extrema ruindade de alguns nomes do elenco. A gordura que possuíamos se esgotou, torcida começa a cobrar pelos resultados e a paciência na espera por contratações parece estar chegando ao fim.

A torcida percebia que mesmo nas vitórias que o time precisava de muitos reforços se quisesse brigar pelo acesso, (acreditem 3 pontos enganam muito) e quem falava isso era muitas vezes "crucificado" por grande parte da torcida e a diretoria caiu na pilha, não indo buscar reforços e ainda afirmou que o elenco estava fechado. Vieram lesões, suspensões, mercado de transferências e a boa fase do time foi embora. Agora a diretoria está pressionada e com uma absurda pressa tentar contratar jogadores, já chegaram 3: Nenê Bonilha, Getterson e Douglas Coutinho, mas, todos são incógnitas.

Marlon não mostrou a que veio ainda, Felipe é um "gênio" com sono, Pablo jogando mal demais, Wilson (única opção de ataque disponível na ausência de Gustavo, mostra-se bem fraco). Derley não pode ficar de fora desse time e precisamos ter um cuidado maior com Jean (Saiu contundido), Dodô bem apagado, errando passes e cruzando muito mal na área e a zaga que era a parte sólida da equipe, vem demonstrando fraquezas gigantescas.

Um último comentário, sei que o time perdeu o trio ofensivo, Osvaldo e Edinho (vendidos) e Gustavo (machucado), mas, não precisa falar isso a cada segundo e não pode servir de muleta para os resultados ruins, parece um discurso bem frágil para argumentar sobre a má fase.

Leão perde a segunda partida dentro de casa. (Kid Junior/ Diário do Nordeste)  


Gabriel Viana Soares
Twitter: @SiteLF

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.