Header Ads

Firmino encerra temporada mais brilhante da carreira

O atacante brasileiro Roberto Firmino (26) fez seu último jogo da temporada na partida de eliminação da Seleção Brasileira contra a Bélgica na Copa do Mundo. O jogador foi uma das surpresas na temporada no esquema de Jurgen Klopp no Liverpool. Naturalmente jogava como meia ou até pelos lados do campo como um ponta, mas nesta temporada atuou como um camisa nove em sua equipe.

Imagem relacionada

Bastante criticado por suas péssimas atuações na Seleção, o jogador teve uma melhora conforme sua boa fase no Liverpool. Na Copa teve atuações melhores que Gabriel Jesus, e para muitos foi injustiçado por não ter começado nenhum jogo da Copa como titular.
Os números do jogador na temporada são bem significativos, entre os 23 que estiveram na Copa, somente Neymar participou de mais gols que Firmino na temporada de 2017-18 contando jogos pelo clube e pela Seleção. O camisa 10 da Seleção participou de 53 gols em 43 partidas, já "Bobby" participou de 47 gols em 64 jogos disputados.
Na Liga dos Campeões, Roberto Firmino participou de 18 gols, marcando 10 e dando 8 assistências. Foi o vice-artilheiro e o vice-assistente da competição. Igualou Cristiano Ronaldo em participações em gol, já que o português também participou de 18 gols, sendo 15 gols marcados e 3 assistências. Mas se contarmos a fase preliminar da Champions, Firmino terá participado de outros dois gols, sendo assim participando de 20 gols dos 47 marcados pelo time inglês.

Injustiçado na Copa

Apenas 81' minutos jogados em quatro partidas. Diferente de Gabriel Jesus que esteve em campo por 407' minutos. Muito se falou de um papel tático do atacante do City, mas de acordo com uma análise do Folha, Firmino foi melhor defensivamente e também ofensivamente, mesmo tendo menos tempo de jogo.
Firmino ganhou 75% dos confrontos defensivos, enquanto Jesus apenas 40%. Firmino teve uma média de 6,6 embates por jogo, já Jesus deu menos da metade. Em relação a ofensividade de ambos, Firmino teve média de 5,8 chutes por jogo a cada 90 minutos jogados, diferente de Jesus que teve somente 1,9.
E claro, Firmino fez um gol e ainda teve participação em outro ao dar passe para Jesus que "dominou" para que Coutinho fizesse. Já Jesus, somente a "assistência" para Coutinho.

Será que terá sequência?

Muitos dizem que essa temporada foi algo único na carreira do jogador, e que não se repetirá. Mas se formos analisar, não é bem assim. Desde as duas últimas temporadas de Firmino pelo Hoffenheim, onde atuava como meia, o jogador tem bons números. Vamos analisar temporada por temporada abaixo:

2013/14: 37 jogos, 22 gols marcados e 16 assistências. Participou de 38 gols dos 87 marcados pela equipe enquanto o jogador atuou, sendo assim, Firmino participou de 43,6% dos gols da equipe.
2014/15: 36 jogos, 10 gols marcados e 12 assistências. Participou de 22 dos 58 gols marcados pela equipe enquanto o jogador atuou, sendo assim, Firmino participou de 37,9% dos gols da equipe.

Dá para perceber que Firmino sempre foi um jogador participativo, tendo números expressivos e participando sempre dos gols da equipe. Para termos uma ideia, Neymar participou de 49% dos gols do PSG nas partidas que atuou.
Já no Liverpool, atuando mais no lado do campo e não sendo o protagonista, teve uma porcentagem e uma participação em gols considerável nas duas primeiras temporadas.

2015/16: 49 jogos, 11 gols marcados e 11 assistências. Participou de 22 gols dos 75 marcados pela equipe enquanto o jogador atuou, sendo assim, Firmino participou de 29,3% dos gols da equipe.
2016/17: 41 jogos, 12 gols marcados e 11 assistências. Participou de 23 gols dos 79 marcados pela equipe enquanto o jogador atuou, sendo assim, Firmino participou de 29,1% dos gols da equipe.

Números interessantes para um jogador que atuava nos lados do campo. Participar de 1/4 dos gols de uma grande equipe européia que joga na liga mais difícil do mundo é de se parabenizar. Para termos uma ideia, Philippe Coutinho em sua melhor temporada em números pelo Liverpool, em 2016/17, participou de 23 gols em 36 jogos disputados, onde sua equipe marcou 67 gols. O jogador participou de 34,3% dos gols.
Ou seja, Roberto Firmino tem números quase compatíveis aos dois maiores craques do país, Neymar e Coutinho.
Na atual temporada, Firmino participou de 44 gols em 54 jogos disputados. O Liverpool marcou 134 gols nestes jogos, onde o brasileiro participou de 32,8% dos gols. Ou seja, Firmino teve um aumento pequeno em porcentagem de participação em gols, mas ao passar a jogar como centroavante aumentou o número de gols marcados e também o número de assistências. Mas como não é um centroavante de ofício, pode jogar em qualquer setor do ataque, e mesmo em temporadas "baixas" do jogador, teve números compatíveis a grandes temporadas de Coutinho no Liverpool. Então se não repetir os bons números da temporada 2017/18, não será o suficiente para sair da seleção, só acontecendo um desastre do mesmo não conseguir participar de uma boa quantidade de gols, mas nos últimos anos não conseguiu algo menor que participar de 22 gols na temporada.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.