Header Ads

Alma, brio e "sangue no olho" - A mística da camisa tricolor

Caros tricolores, o jogo do último sábado em Campinas foi decidido no último lance, com Marcinho completando para o gol e virando o marcador para delírio e emoção de toda a nação tricolor. Esse gol não representou somente 3 pontos cruciais na briga pelo acesso e também em um possível nacional, mas, nos trouxe algumas lições sobre essa equipe e sobre a nossa origem de não desacreditar nunca enquanto essas camisas tradicionais tricolores de listras horizontais estiverem dentro de campo.

Desde a metade final do turno esse elenco tem passado por dificuldades, lesões de jogadores, venda de atleta importante, bola teimando em não entrar, torcida com um pé atrás, mas, o time não perdeu a liderança e sobretudo não se deixou abater pelas críticas ou pela pressão da torcida. O jogo diante do Coritiba na semana passada lavou a nossa alma e nos deixou ainda mais confiantes para o returno e esse triunfo diante do Guarani nos deixou ainda mais ligados e concentrados em busca do nosso objetivo.

São 40 pontos, 6 de vantagem para o vice-líder e 10 pontos para o quinto colocado. Números muito expressivos e que mostram a qualidade do nosso time e a ideia de jogo do Ceni sendo muito bem aplicada, elenco está unido, sem vaidade ou guerra de egos e todos em prol do mesmo objetivo, fazer história. O primeiro turno já passou e a agora a guerra vai ser longa em mais 18 rodadas, a torcida está bastante empolgada (não é para menos) e tende a apoiar mais ainda esse elenco e abraçar cada vez mais nos jogos dentro de casa. Tudo o que o Ceni falou no programa Resenha ESPN do último domingo, nos orgulha muito e nos valoriza com a exposição ainda maior da nossa marca e nos traz a esperança de uma estabilidade geral da instituição.

A cena mais emblemática do jogo passado, foi do lateral Tinga, que após o passe para o terceiro gol, correu para comemorar e se ajoelhou no gramado e sem forças sucumbiu bastante emocionado, fazendo valer uma das frases mais importantes do nosso hino, "Combativo, Aguerrido, Vibrante e Forte, sem Demonstrar Cansaço".

Reitero novamente, se esse time vai subir ou ser campeão é uma outra história, mas, nesse ritmo absurdo, com essa torcida maravilhosa empurrando e os adversários ajudando, o final tende a ser bastante feliz para a nação tricolor, estão deixando a gente sonhar. Para quem viveu 8 anos no "inferno", com muitas dividas, sem dinheiro, servindo de chacota a cada insucesso no mata-mata, e hoje vive esse momento absurdo, não existe torcida mais feliz no mundo do futebol.
Sempre respeitem essa camisa, e jamais desacreditem dela.

Todos os caminhos nos levam para a Arena Castelão no próximo sábado.

Leão vence mais uma no certame nacional. (Letícia Martins/Guarani EC)


DESCULPEM A FALTA DE POSTAGENS, TEMPO ESTÁ CORRIDO DEMAIS
SAUDAÇÕES TRICOLORES
Por: Gabriel Viana Soares
Twitter: @SITELF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.