Header Ads

Foco no Brasileiro! Pela Sula, São Paulo é eliminado nos pênaltis.

Com time misto, São Paulo é eliminado nos pênaltis contra Colón na Copa Sul-Americana

(Foto por Pato Aguilera)
 
São Paulo foi até a Argentina enfrentar Colón pelo jogo de volta da segunda fase da Sul-Americana. O Tricolor perdeu o primeiro jogo no Morumbi e precisava de um gol para ir aos pênaltis. Depois de muito tentar, o gol saiu. Mas o goleiro mandou bem e defendeu o pênalti cobrado por Bruno Alves, e assim o São Paulo deu adeus a Copa Sul-Americana.

Aguirre fez suspense no decorrer da semana, a única certeza que tínhamos era que Diego Souza não iria nem viajar com a comissão, precaução por desgaste físico. Mas o técnico sempre deixou claro haveriam sim mudanças. E elas foram seis: Jean, Bruno Alves, Lucas Fernandes, Liziero, Araruna e Carneiro, apenas Anderson Martins, Reinaldo, Hudson e Nenê eram os titulares (absolutos) da partida.

Colón desde o jogo de ida no Morumbi deixou claro que sua estratégia de jogo era se defender e, mesmo jogando em casa, a estratégia foi exatamente a mesma. São Paulo fez um massacre na posse de bola, mas nada efetivo. Apostava muito em cruzamentos e lançamentos para área argentina que, "congestionada", tiravam todas bolas e algumas vezes até possibilitava contra-ataque. Tricolor até chegou com perigo na primeira etapa, com Carneiro e com cobrança de falta de Nenê que foi no travessão, mas o gol não saiu. A partida estava perigosa, pois mesmo com o time argentino completamente defensivo, havia contra-ataques, Araruna e Lucas Fernandes não acompanhavam os jogadores e Hudson, Anderson ou Bruno Alves tinham que cometer faltas, dando chances para o Colón. No intervalo, Aguirre substituiu os dois de Cotia e entraram Everton e Bruno Peres. Apenas com essa mexida, o São Paulo já conseguiu ser mais efetivo com a bola, chegando mais. Entretanto, foi com a entrada de Tréllez no lugar de Carneiro - que fez uma excelente partida - que o jogo esquentou de verdade. Com a movimentação do colombiano na área, Tricolor ficou bem mais ofensivo. O zagueiro Godoy salvou o Colón ao tirar uma bola, de Everton, em cima da linha do gol, mas após sobra de cobrança de escanteio, não teve como ninguém tirar a bomba de Liziero, que abriu o placar e levou o Tricolor aos pênaltis.

Os pênaltis como todos sabem, é loteria. Jean foi bem, acertou todos cantos, mas os cobradores argentinos foram melhores. Do lado são-paulino Nenê, Reinaldo e Hudson converteram e infelizmente, Bruno Alves soltou uma bomba no meio do gol e o goleiro Burián, mandou muito bem, e tirou com os pés.

Com esse resultado o Tricolor se despede da Sul-Americana, com um gostinho não tão amargo assim, já que fez uma excelente partida e agora pode focar no Campeonato Brasileiro. E, falando nele, Tricolor volta sexta (17/08) ao Brasil e joga pelo Brasileirão no domingo (19/08), contra a Chapecoense, às 19h, no Morumbi. Bom ressaltar que o Tricolor é líder do Campeonato, mas tem Flamengo e Internacional "seguindo o líder".
 
FICHA TÉCNICA
Local: Estádio General Estanislao Lopez / Cementerio de Elefantes, Santa Fé - Argentina
Cartões amarelos: Araruna e Anderson Martins (SAO); Emanuel Oliveira, Ortiz e Javier Correa (COL)
Gols: Liziero (SAO)
Arbitragem: Mario Díaz de Vivar (PAR), auxiliado por Eduardo Cardozo (PAR) e Carlos Cáceres (PAR)

SÃO PAULO
Jean; Araruna (Bruno Peres), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Lucas Fernandes (Everton), Liziero e  Nenê; Carneiro (Tréllez). Técnico: Diego Aguirre

COLÓN
Burian; Godoy, Emanuel Oliveira, Ortiz e Toledo; Fritzler e Escobar; Estigarribia, Heredia (Bastía), Alan Ruiz e Javier Correa. Técnico: Eduardo Domínguez

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.