Header Ads

Mau momento que se tornou uma crise

Não é de hoje que o CRB está nessa má fase. Esse péssimo momento do clube vem desde a estreia da equipe na Série B, chegamos a ter a pior defesa do campeonato, e agora temos o pior ataque. Algumas coisas melhoraram, como a própria defesa, mas a inconsistência do ataque faz com que o clube não só tenha maus resultados em campo, como isso se transforme em uma crise muito maior que a vivida entre as quatro linhas.
O péssimo futebol fez com que o torcedor abrisse os olhos e presenciasse a pior participação do clube na Série B desde o rebaixamento de 2008. Essa campanha de 2018 supera até a do rebaixamento de 2012, onde o clube só havia ficado na zona somente em duas rodadas até entrar de vez na 32ª rodada e não sair mais.

Resultado de imagem para CRB perde Brasil de Pelotas
Foto: Flavio Neves
Essa má fase fez com que acabasse de vez a confiança que já não havia entre o torcedor e a direção. Alarcon, diretor de futebol, é um dos principais culpados, as contratações sem critério fortalecem ainda mais esses momentos ridículos vivido pelo clube. E além de tudo, o presidente Marcos Barbosa não consegue trazer mais credibilidade ao torcedor, visto que não consegue impor sua moral ao elenco. Foi anunciada a contratação do treinador Roberto Fernandes, que estava no Santa Cruz. Hoje fará seu primeiro treinamento com a equipe, e coincidentemente, após 1 ano da saída de Dado Cavalcanti e chegada de Mazola Júnior, o CRB demite mais um treinador e contrata mais outro. Dado deixou o Galo no dia 17 de Setembro de 2017. Desde então, contando com Dado, são cinco treinadores em 12 meses. 
Fica cada vez mais evidente que há uma falha enorme no planejamento do clube, e agora não sabemos o que irá acontecer. Nos próximos meses teremos eleições no clube e a briga contra o rebaixamento. Além disso, há também eleições no Brasil, onde o presidente Marcos Barbosa concorrerá, e o pior é imaginar se este não for eleito, o que será capaz de fazer com o clube. Não sabemos se Roberto Fernandes irá apenas concluir o projeto de 2018, ou se terá sequência para 2019.

Roberto Fernandes será o salvador, ou irá nos afundar de vez?

O jovem treinador, porém experiente, está no futebol com este cargo desde o início dos anos 2000. Mas ainda é bastante novo, tem somente 47 anos. De lá para cá, teve bons trabalhos no Náutico, Anapolina, Ituano, América/RN e ABC. É a segunda vez no ano que o CRB traz um treinador do Santa Cruz, o primeiro foi Júnior Rocha. Nos últimos seis anos, Roberto teve boas experiências na Série B. Em 2013 salvou o ABC do rebaixamento, vencendo até equipes como Chapecoense e Palmeiras em casa, conseguiu uma sequência interessante de seis vitórias seguidas. Tirou o ABC da lanterna e terminou o campeonato em 14º lugar. Nas últimas vezes que disputou a competição, sempre foi na luta contra o rebaixamento. ABC em 2013, América/RN em 2014, Paraná em 2016 e Náutico em 2017.
Vamos aguardar o que este treinador pode ser capaz, sabemos que o elenco não nos levará mais a lugar nenhum, pois o ataque é o principal responsável pela nossa má fase. Então vamos continuar esperando uma equipe que toma poucos gols e não faz, ou uma reviravolta de uma equipe "kamikaze", que se arriscará no ataque o máximo possível, mas que estará em apuros a todo momento na defesa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.