Header Ads

Tá difícil, hein Sidão? Goleiro falha e São Paulo perde no Independência.

Com falha de Sidão e pênalti não marcado, São Paulo massacra, mas perde para o Atlético-MG no Independência

Pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, São Paulo foi até Minas Gerais enfrentar o Atlético-MG. Mesmo com desfalques importantes, o Tricolor se impôs na partida, mas em uma bola, Sidão falhou e o Galo fez o único gol da partida.

Os problemas de Diego Aguirre para escalação eram vários: Arboleda (Seleção Equatoriana), Luan (Seleção Brasileira Sub-20), Everton (estiramento no músculo posterior da coxa esquerda), Araruna (tendinite no calcâneo esquerdo), Rodrigo Caio (trauma no joelho direito), Bruno Peres (estiramento no músculo adutor direito), além de Diego Souza (suspenso). O técnico então, apostou na mesma formação do jogo contra o Fluminense - com Edimar na lateral esquerda e Reinaldo no lugar de Everton -, a diferença foi a entrada de Tréllez, no lugar de Diego Souza, e Régis, no lugar de Bruno Peres.

A partida começou bem equilibrada, até que o goleiro Sidão quis ser protagonista, em bola cruzada na área, o goleiro sai mal, a bola bate na trave, volta na perna de Régis e entra. Após o gol, o time visitante ficou um pouco sentido, demorou para voltar ao jogo, mas ainda no 1º tempo Victor fez ótimas defesas. Já na segunda etapa, foi toda do Tricolor. O São Paulo tentou de todas maneiras chegar ao gol, mas a bola parava no goleiro ou saía por cima. Foram diversas tentativas com Nenê, Liziero, Reinaldo e até Anderson Martins. Houve um lance bizarro, onde, após cobrança de falta de Nenê, a bola bateu no braço de Leonardo Silva, dentro da área, esse com o braço aberto, e o árbitro, Daronco, mandou seguir o lance. Mesmo assim, São Paulo não desanimou, não deixou de pressionar. Aguirre chegou a deixar o time totalmente aberto, com Carneiro, Trellez, Reinaldo e Rojas na frente, além de Nenê e Hudson que chegavam para apoiar. Mas não era o dia do São Paulo, e como não há justiça no futebol, o jogo ficou 1 a 0 para o Atlético-Mg. 

Lance do pênalti não marcado
Com esse resultado o Tricolor permanece com 46 pontos, mas vira vice. Já que o Internacional, venceu sua partida, e foi para 46 pontos, porém possui 1 gol a mais. A próxima partida é contra o Bahia, no Morumbi, sábado (08/09), às 19h. Nessa partida, além dos demais desfalques, Aguirre também não conta com Reinaldo (suspenso pelo terceiro amarelo) e esperamos que também não conte com Sidão...

FICHA TÉCNICA
Local: Estádio Raimundo Sampaio - Estádio Independência, Belo Horizonte - Minas Gerais
Gols: Régis (CONTRA)
Cartões Amarelos: Emerson (CAM); Reinaldo (SAO)
Arbitragem: Anderson Daronco (RS/Fifa), auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA/Fifa) e Michael Stanislau (RS/Fifa).

ATLÉTICO-MG
Victor; Emerson, Leonardo Silva, Maidana, Fábio Santos, Adilson, Galdezani (Welison), Tomas Andrade (Leandrinho), Cazares, Luan (Terans) e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

SÃO PAULO
Sidão; Régis (Gonzalo), Bruno Alves, Anderson Martins e Edimar (Liziero); Jucilei (Shaylon), Hudson e Nenê; Rojas, Tréllez e Reinaldo. Técnico: Diego Aguirre

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.