Header Ads

Analisando o Galo 2019

Igor Rabello é o principal reforço do Galo até o momento.
(Foto: Vitor Silva/BFR)
Saudações e feliz ano novo.

Como foi a virada de ano de vocês? Caguei.

Enfim, gostaria de falar com vocês sobre o planejamento do Galo para esse ano e como houveram mudanças significativas na forma de trabalhar o futebol atleticano em relação ao ano passado.

Para efeito de comparação, antes mesmo da virada para 2018, vários reforços já haviam sido anunciados, sendo todos eles questionáveis e com o mesmo perfil de custo zero.

Além disso, a diretoria era lamentável. Tanto em contratações, quanto na postura diante de situações adversas. Era visível a inexperiência, passividade e a completa falta de noção, principalmente de Tadeu e do presidente Sette Câmara.

Marques se tornou o diretor de futebol
depois da saída de Tadeu.
(
Foto: Bruno Cantini/Atlético)
2019: GRANDES MUDANÇAS

Depois dos grandes erros cometidos ao longo do último ano, a diretoria parece ter aprendido. Até o momento, dois bons reforços foram contratados (Réver e Guga), e Igor Rabello e Jair estão em vias de serem anunciados. 

Se a quantidade diminuiu, em contrapartida, a qualidade aumentou consideravelmente. O investimento também. A filosofia do bom e barato claramente falhou no ano passado e nesse ano o Galo resolveu gastar (com a ajuda da MRV e BMG, claro). Só a vinda de Rabello deve custar R$ 13 milhões.

Quanto a postura dos cartolas, essa também mudou. Marques caiu de paraquedas na direção de futebol, porém, demonstrou muito mais traquejo que Tadeu na área. Discreto e sempre pensando o melhor para o Atlético, ele vem surpreendendo positivamente e, na minha opinião, deve seguir no cargo definitivamente.

Sette Câmara também merece elogios. O presidente parece obstinado a corrigir os erros de 2018, mostrando maior seriedade e profissionalismo, principalmente na negociação com Igor Rabello. A transferência estava quase fechada, quando o Botafogo resolveu enrolar o Galo, pois estava esperando uma boa proposta da Europa, que não veio.

Enquanto isso, o dirigente viajou para a Argentina para procurar outras opções para a zaga. 

Foi uma grande estratégia. Os cariocas precisam urgentemente de dinheiro e não estão em condições de fazer doce. Ou aceitam a proposta do Galo, ou ficam de mãos abanando.

Resultado: Igor Rabello chegou na última quinta-feira em BH para fazer exames e assinar contrato.

Resumindo, as expectativas para 2019 são boas. É claro que ainda faltam contratações, principalmente no meio-campo. Entretanto, só da mentalidade da diretoria ter mudado, já é um grande avanço.

 Um forte abraço (@victismo)

SIGA O LINHA DE FUNDO!
Twitter: @SiteLF
Facebook: Linha de Fundo
Instagram: @linhadefuundo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.