Header Ads

Empolgou?

Que sorriso gostoso.
(Foto: UOL)
Saudações.

O texto de hoje não é necessariamente um pós-jogo, até porque você estará lendo um dia depois da vitória do Galo sobre o Boa, por 5x0. Mas isso foi proposital.

O que vou discutir aqui é mais amplo, são análises e expectativas para o  resto do ano, baseadas nessa partida. Sim, eu sei, um jogo contra o possante Boa Esporte não é parâmetro para nada, mas em comparação com o ano passado, podemos ao menos nos iludir um pouco.

Primeiro ponto: desempenho da equipe, surpreendente, na minha visão. Eu não esperava um atropelo desses na primeira partida do ano. Imaginei os jogadores em passo lento, em ritmo de começo de temporada. Mas não foi o que aconteceu. Mesmo com o jogo já ganho o Galo queria mais. Não administrou a partida, mesmo com ela já ganha, e buscou o 5x0. Isso, ao meu ver, é bastante positivo, ainda mais para o Galo, que nos últimos anos demonstrou uma enorme dificuldade de ganhar jogos fáceis.

Segundo ponto: Ricardo Oliveira. Se essa partida tivesse sido em 2018, ele com certeza teria marcado só 1 gol e perdido 5. Contra o Boa, das quatro grandes chances que ele teve durante a partida, guardou três. Não sei se a falta de unanimidade entre a torcida ou o fato do Atlético ter sondado alguns centroavantes no mercado o tocaram de alguma forma, mas espero que continue assim. 

Terceiro ponto: Elias. Começar a temporada jogando bem e marcando gol é de extrema importância para ele, que em dois anos no Galo ainda divide opiniões entre os atleticanos. No começo deste ano, seu nome foi envolvido em uma possível saída para o Internacional, mas o jogador quis ficar, mesmo com uma parcela da torcida querendo queimar seu carro. Acredito muito no potencial dele, que já foi posto a prova em outros clubes gigantes.

Luan foi destaque na partida.
(Foto: Lance!)
Enfim, o elenco no papel é bom, muito melhor que o do ano passado. O trabalho da diretoria, principalmente o de Marques, é ótimo. Faltava ver o time jogando. E a estreia foi animadora. Espero que partidas como a do último domingo se repitam pelo resto da temporada, obviamente não com o mesmo placar, mas com a mesma intensidade e qualidade técnica.

O próximo desafio será mais complicado, contra a Tombense, fora de casa. Na sequência, clássico. Vamos aguardar até lá e ver se essas expectativas se concretizam.

Mas já podemos dizer que o Galo virá mais forte para essa temporada. Não sei se ganharemos alguma coisa, mas creio que não iremos passar tanta raiva como no ano passado. 

E você? Tá otimista? Comenta aí!

Um forte abraço - (@victismo)

SIGA O LINHA DE FUNDO!
Twitter: @SiteLF
Facebook: Linha de Fundo
Instagram: @linhadefuundo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.