Header Ads

Recomeço para o Paraná Clube


Estamos prestes a iniciar mais um ano futebolístico. Um ano que representa bastante para o Paraná Clube, depois do vexame no campeonato brasileiro do ano passado. Dado Cavalcanti tem a missão de reerguer a equipe, rebaixada para a série B do Campeonato Brasileiro.

A primeira fase dessa missão se dará pelo estadual: já são 12 anos sem conquistar o título. Será esse ano que sairemos do jejum?

De Timbó a Jenison, Paraná Clube fecha um time de reforços para 2019; confira um balanço
Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

PARANAENSE
O Campeonato Paranaense seguirá com o mesmo modelo dos últimos anos. Serão duas taças: Barcímio Sicupira e Dirceu Kruger.

Na taça Barcímio Sicupira os times do grupo A, enfrentam o do grupo B, assim, o Tricolor terá pela frente os times do grupo A: Athletico, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Operário e Toledo.

Já na taça Dirceu Kruger os confrontos são dentro do grupo, assim os adversários serão: Cascavel CR, Cascavel FC, Cianorte, Coritiba e Rio Branco.

Nas duas taças os dois primeiros colocados de cada grupo se classificam para a semifinal e consequentemente uma final, para definição de campeão da taça. Os campeões de cada taça decidem o título estadual.

COPA DO BRASIL
Em um compromisso um pouco mais distante, o Tricolor vai até Itabaiana, no Sergipe, enfrentar os donos da casa. A partida está marcada para o começo de fevereiro, em jogo único. O vencedor do confronto enfrenta Londrina ou Americano-RJ.

Maicosuel está treinando com o grupo, mas ainda não tem seu futuro definido — Foto: Monique Silva
Foto: Monique Silva/Globoesporte.com

MERCADO
O mercado Paranista está intenso nessa pré-temporada: não sobrou quase ninguém do elenco de 2018. Até o momento foram 23 saídas e 15 chegadas. De remanescentes somente Thiago Rodrigues e os jogadores que vieram da base. As saídas mais sentidas foram de Alex Santana e Richard, para Botafogo e Ceará, respectivamente. O clube ainda deve perder Jhonny Lucas, a promessa é disputada por vários times da Europa.

Quanto aos reforços, chegaram para todas as posições: Filipe (Santos) veio para o gol, para a zaga chegaram Eduardo Bauermann (Figueirense), Fernando Timbó (Paysandu), Matheus Lopes (CSA) e Rodolfo (Joinville), nas alas temos Guilherme Santos (Paysandu), Sueliton (Criciúma) e Eder Sciola (Brasil), para a meiuca Itaqui (Brasil), Kadu (Joinville), Higor Leite (Londrina), Fernando Neto (Fluminense), Jeferson Lima (Internacional) e Alejandro Márquez (O’Higgins-CHI), no ataque somente Jenison (Cuiabá) chegou.

Ainda há possibilidade de chegarem mais nomes nas próximas semanas, como os atacantes Cléo (sem clube) e Judivan (Cruzeiro) e Leandro Almeida (Palmeiras). O clube ainda negocia com Dagoberto para a disputa da Série B do Brasileiro).

ESTREIA
A estreia em 2019 acontece no dia 20/01 na Vila Capanema. As 17h o Tricolor entra em campo para enfrentar o Operário, campeão da série C de 2018. Um bom primeiro teste para a renovada equipe paranista, diante de um adversário motivado pelo acesso a Série B.

Fellipe Vicentini | @_FellipeS
#PRaCima

Um comentário:

  1. Ótimo panorama da situação do Paraná Clube, mas o nível das contratações não é muito animador.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.