Header Ads

Real Sociedad 2x1 Athletic Bilbao: A resposta vem no campo

Willian José gira pela marcação antes de acertar um balaço no ângulo de Herrerín. Time foi muito superior e o 2 a 1 veio com tranquilidade. (Fonte: Reprodução: Fox Sports.com.br)

Mais um derbi. Mais uma vitória.
Após algumas provocações nos últimos dias, como a de Iago Herrerín, goleiro do rival, dizendo que este jogo para eles é apenas mais um, enquanto para nós era questão de vida ou morte, a arrogância foi castigada. Vencemos por 2 a 1, mas com uma sensação de grande superioridade.
Após experiências não muito agradáveis com a dupla Illarra-Zubeldia no primeiro setor de meio-campo, Imanol Alguacil preferiu começar apenas com o primeiro em campo, auxiliado por Merino e Zurutuza, e isso foi um diferencial para o bom desempenho do meio campo.
Januzaj e Oyarzabal, na linha imediatamente à frente, conseguiram criar boas jogadas. E foi de Oyarzabal o primeiro gol, após ganhar de cabeça de Dani García em enfiada de bola, driblar Herrerín e tocar para o gol vazio, aos 16 minutos de jogo.
Embora os números das duas equipes não tenham sido tão empolgantes, e nossa posse de bola de 46% tenha sido menor que a do rival, conseguimos demonstrar muita eficiência nos chutes, já que o segundo gol, de Willian José, no fim do 1º tempo, foi o segundo e último tiro certo ao gol. 2 chutes ao gol e 2 gols, de 6 chutes totais. E aliás, que belíssimo chute do brasileiro, de fora da área, se livrando da marcação e girando para um potente canhão no ângulo de Herrerín, que não chegaria na bola nem se tivesse dez braços.
O Bilbao ainda conseguiu 8 finalizações, 5 no alvo, mas apenas uma delas mexeu no placar, em rebote de Raul Garcia após um pênalti perdido por ele próprio, aos 82 minutos. Fora isso, uma boa defesa de Rulli no 1º tempo e só. Poucos sustos. Vitória mais tranquila que o placar e os números poderiam traduzir.
Com o resultado ficamos com 30 pontos, na 8ª posição, enquanto o nosso rival fica em 12º, com 26. Ainda que estejam em recuperação na tabela, a campanha dos rojiblancos ainda é medíocre e, tanto a Real Sociedad, no turno e returno, quanto Imanol Alguacil, que venceu o Bilbao B enquanto treinava o Sanse no primeiro semestre, garantiram duas vitórias contra os rivais.
Não bastasse a arrogância de sempre dos nossos atuais fregueses, o importante é que não caímos em provocações e damos nossa resposta sempre dentro de campo. Colados nas posições de vagas europeias, o time do invicto Imanol Alguacil vem sendo cada vez mais difícil de ser batido, e essa consistência pode ser decisiva daqui pra frente.
Aupa erreala!!!
Ficha técnica:
Real Sociedad: (4-3-3): Rulli; Zaldua, Llorente, Navas e Theo; Illarra (cap)(Zubeldia, min.76), Zurutuza e Merino; Januzaj (Sandro, min.81), Oyarzabal e Willian José (Moreno, min.88). TÉC: Imanol Alguacil.
Athletic Club: (4-2-3-1): Herrerín; Capa, Yerai, Iñigo e Yuri; D. García e San José (Beñat, min.46); Muniain (cap)(Guruzeta, min.70), Ibai e Córdoba (R. García, min.46); Williams. TÉC: Gaizka Garitano.
Gols: 1-0: Oyarzabal, min.16. 2-0: Willian José, min.45. 2-1: R. García, min.82
Árbitro: Mateu Lahoz. Amarelo para Navas da Real Sociedad e Capa do Athletic Club.
Público: 27.073 espectadores.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.