Header Ads

À espera de um milagre

Reprodução: Rádio Sagres

O ano do Vila até o momento se resume em uma palavra, apático. Temos um time sem vida e vibração que somando com a falta de habilidade está se tornando catastrófico.  Desde o começo do ano estamos sofrendo com a apatia, com erros cruciais e principalmente, com a falta de esperança que as coisas vão melhorar. 

Estamos em julho e já tivemos 3 treinadores, continuamos sem características e solidez. Nessa altura do campeonato acho simplista demais responsabilizar apenas os técnicos. Precisamos de vida, de respostas de como uma das maiores folhas da história do clube tem duas vitórias em 11 jogos. 

Jogo 

Vila iniciou com algumas alterações em relação ao jogo passado, Jeferson e Joseph retornaram de suspensão, Carius migrou da ponta para um falso 9, fazendo um péssimo primeiro tempo e foi substituído no intervalo,  e Mailson estreiou no time. 

Primeiro tempo foi característico por fazermos boas trocas de passes por uns instantes, porém sem conseguir finalizar, e em outros momentos o time não conseguia  acertar passes básicos. Ramon que vinha sendo um dos únicos a se destacarem no campeonato errou bastante, porém procurou o jogo.

Alan Mineiro, figura controvérsia para a torcida merece um parágrafo para si. Não sei onde está a cabeça do jogador, porém não está em campo. Ele está pesado, sem mobilidade e quando a bola está nos pés erra lances simples.  Possui ou possuia crédito com a torcida por bons jogos contra nosso rival, mas para mim ele esgotou. Que o Cabo tenha coragem e o coloque no banco.

O problema maior começou quando justamente o que era nosso porto seguro nos últimos anos se tornou um dos nossos pesadelos, a defesa. Por 2 jogos seguidos tomamos um gol de rebote sem ninguém aproximar do atacante, livre, leve e solto. Após esse lance Mailson perdeu a chance mais clara que tivemos no jogo, parecia que a derrota já estava decretada aí.

Segundo tempo se podia ficar pior, ficou. De forma rápida levamos um gol do atacante enfiando na linha da defesa, nosso lateral esquerdo Romário conseguiu sair na frente e perder na corrida. O que já era apático ficou morto.

Tentamos algumas vezes, goleiro Muralha fez umas duas boas defesas e fim, Coritiba 2x0 Vila. Como nossa Colunista bem disse rodada passada, que Marcelo Cabo não tenha se arrependido da vinda. 

Torcida, não dá mais para aceitar essa apatia, escutarmos entrevistas de quem está no comando e vermos a culpa sendo apontada para todos, menos minimamente para si. 

Em época de convocações para nos afastarmos, não façam isso. Nosso lugar é lutando pelo Vila, que sábado possamos comparecer e ocuparmos nosso lugar de direito para cobrarmos soluções e luta. 

Vamos seguir em busca do nosso milagre.

Ana Lívia Dias

@analivia_dias

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.