Header Ads

Abre o olho Verdão

Foto: Rosiron Rodrigues/Reprodução GEC
O Goiás sofreu mais uma derrota neste domingo, 15, pelo Campeonato Brasileiro. Desta vez, o carrasco foi o Grêmio.

Jogando pela 19ª rodada da Série A, o Verde perdeu por 3 a 0 para o Tricolor Gaúcho.

E o placar só não foi mais elástico graças ao goleiro Marcelo Rangel.

O arqueiro esmeraldino fez seis defesas difíceis na partida e evitou uma nova goleada.

A defesa do time é a segunda mais vazada da competição.

Agora, o Goiás fecha o primeiro turno da primeira divisão com 21 pontos, a três pontos do Z-4, com a vitória do Fluminense sobre o Corinthians.

Para completar os 45, pontuação segura para se manter no Brasileirão, o Verdão precisa fazer 24 pontos.

São 8 vitórias nos 19 jogos restantes do segundo turno.

O número não parece impossível, se não fosse pelas péssimas atuações do Verdão pós Copa América: apenas 1 vitória, sobre o Internacional, sofrido.

A equipe só não terminou o primeiro turno na zona de rebaixamento por conta da surpreendente campanha nas nove primeiras rodadas da competição: chegou ao 6º lugar, ocupando inclusive uma das vagas destinadas à Copa Libertadores.

Agora questiono:

O que aconteceu com aquele Goiás que revelou Danilo, trouxe Fabão, Josué, Grafite, Aloísio Chulapa? Estes que mais tarde fariam parte daquele vitorioso time do São Paulo, campeão Paulista e Mundial em 2005, e o inédito tricampeonato brasileiro, 2006 a 2008.

Harlei, André Dias, Jadílson, Túlio (guerreiro), Alex Dias (pantaneiro), Araújo, Dill, Ricardo Goulart, Walter; cadê este Verde, que revelou também Fernandão?

A torcida esmeraldina se pergunta.

Hoje, a diretoria do Verdão se contenta em trazer medalhões que, além de já terem escrito sua história no futebol, não honram a pesada camisa do Goiás Esporte Clube.

Os goleiros Tadeu e Marcelo Rangel, juntamente com Michael e o prata da casa Léo Sena, carregam o piano deste elenco de 2019.

Para tentar se salvar, o Goiás têm duas decisões nas próximas rodadas: enfrenta o Fluminense e o Cruzeiro, no Serra Dourada, ambos concorrentes diretos contra o rebaixamento.

É preciso abrir o olho Verdão.

Qualquer tropeço nestas batalhas pode complicar, e muito, a permanência esmeraldina na primeira divisão.

LEIA MAIS - Afinal: Quem é o maior de Goiás?




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.