Header Ads

Ídolos? Talvez não mais.

Reprodução: Vila Nova Fc

Hoje acordei e pensei, vamos criar uma polêmica. É fato que todo time carrega seus ídolos, aqueles jogadores que detém toda a simbologia de uma conquista, são lembrados com honraria e merecem todo o respeito.

São os nomes intocáveis, escutar alguém falar mal deles na mesa de bar é certeza de confusão. Há algum tempinho falei da escassez de ídolos que vamos sofrendo, mas pode ser pior ainda, e se os que já tínhamos perderam seu lugar na nossa prateleira de intocados?

Roni e Tim mereceram todas as honrarias pelo campeonato de 1996, fato marcante, jogaram muito e mostravam uma ligação com a nossa camisa. Roni porém passou por outras temporadas aqui sem sucesso, algumas catastróficas.

O cúmulo foi serem responsáveis pela montagem do elenco de 2014, acredito que o pior ano de nossa história, com a cereja do bolo, Tim, sendo ex diretor indo ao tribunal testemunhar contra o vila. Roni recentemente envolvido em escândalos com a polícia por venda de jogos, inclusive vendemos um polêmico jogo para sua empresa em 2016, foi bastante sofrido para a torcida o referido momento em Brasília.

Esses para mim, não coloco mais na prateleira que merece contos, costumo contar histórias de ninar para meu sobrinho, de bons momentos que assisti ou que sei que são fundamentais para nossa história.

Outra figura polêmica, Wando. Carrega o título do goiano de 2005 e uma passagem espetacular em 2008, mas que não resultou em nada... Para piorar voltou em 2014, novamente, ano em que eu preferia ter pulado e trouxe seu primo de nome complicado. Se queimou, mas ainda tem o respeito.

E agora... Tulio "Maravilha", no vila é o rei do "quase". Quase subiu em 99, 2008. Por "tudo" o que fez no futebol é considerado por muitos, mas aí lembro do pênalti no Serra e o deixo no "quase" mesmo.

É isso, história ninguém apaga, mas ela pode ser manchada.

Provavelmente minha mãe vai ser homenageada quando alguns lerem, mas não tem problema, bom do futebol é isso. Se identificar e defender aquilo que acredita.

@analivia_dias

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.