Header Ads

Relacionamento Tóxico

(Foto: Paulo Sérgio/Estadão)


Fluminense e Chapecoense se enfrentaram ontem no Maracanã. De um lado estava a equipe mandante, o Tricolor precisava vencer para se distanciar do temido Z4, do outro lado estava a Chape que já está de malas prontas para disputar a série B ano quem.
Quase 18 mil tricolores foram ao Maracanã esperando um triunfo da equipe carioca. Afinal de contas, a Chape já não tem qualquer ambição no campeonato. O resultado final de 1x1 foi um dos sinais que você, tricolor, está em um relacionamento tóxico.
Para ilustrar essa afirmação pesada e desconfortável, foi utilizada a página "psicologiaviva.com"da psicóloga Laura Potrich. Ao dissecar um possível relacionamento tóxico a profissional desta ciência utiliza tópicos.  Estes foram adaptados para o atual cenário do Fluminense.

1. Acúmulo de chateações: Lucão, Aírton, Gilberto. Derrotas para CSA  e Avai em casa, empate com a Chape no Maracanã.

2. Críticas Desmedidas: Na mesma semana em que a torcida se mobiliza para aumentar o número de sócio da equipe, o presidente reclama que o torcedor vaía a equipe no meio da partida. Além disso, pede para ao torcedor que pare de cobrar patrocínios, afirma que o torcedor deve ser o maior patrocinador do Flu.

3.  Energia Negativa: Perder parte do seu sábado para ver o seu time lutar contra o Z4. O medo do rebaixamento é palpável.

4. Você fica pisando em ovos quando estão juntos: O torcedor do Flu se vê obrigado a elogiar jogadores medíocres como Digão, Ganso e Gilberto. Os tricolores negligenciam todo seu conhecimento sobre futebol para elogiar esses indivíduos porque eles defendem o Flu. Além de querer vaiar e "não poder".

5.  Sua relação traz a tona as suas piores qualidades: Nervosismo, xingamentos, mau humor... tudo isso acontece durante um jogo do Flu.

6. Dependencia: O Flu precisa do seu torcedor para escapar dessa situação e conseguir mais recursos. O torcedor precisa do Flu pelo amor que sente por esse clube. Dinâmica terrível.

No site podem ser encontrados outros dados sobre esse tema complexo. Espero que você, tricolor ou não, utilize essa crônica para perceber se está inserido em um relacionamento tóxico ou não. 
Quero ser mais útil para você que o PH Ganso, jogador horroroso que  entra aos 40 do segundo tempo e nada faz. Dessa maneira, minha tarefa não é se mostra tão complicada assim.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.