Header Ads

Tá dificil de parar...

                                                             Foto: Flamengo/Twitter


Antes de qualquer coisa: já ouviu o Linhacast, podcast do Linha de Fundo? Clique aqui e conheça!



Superação.

Talvez seja essa a melhor palavra a definir o que foi esse jogo de volta da Recopa Sul-Americana.
Em seu primeiro título internacional dentro do Maracanã, o Flamengo tomou um grande susto com a expulsão de Willian Arão, ainda no primeiro tempo, mas manteve a calma, correu em dobro e ficou com o título, inédito em sua história.

O título da Recopa não tem a importância dos títulos conquistados no último ano, mas para além do levantar da taça, mostra um time que apesar de encantar, ainda está em evolução. Reforços aos poucos vão se encaixando e entrando bem, e o time dá mostras de que pode ser ainda mais forte em 2020.

Jorge Jesus vai empilhando taças, se consagrando como um dos maiores treinadores da história do rubro-negro. Ídolos vão sendo formados, identificação entre time e torcida de uma maneira que eu acho que nunca vi no futebol brasileiro.

Gabigol parece cada vez mais ter tomado a atitude certa ao decidir ficar no Flamengo, cada vez mais decisivo e mais identificado com o clube. Aos poucos vai entrando na primeira prateleira de ídolos do clube, parece ter nascido para jogar no Flamengo.

O Flamengo fecha fevereiro com as três taças que disputou, Supercopa do Brasil, Taça Guanabara e Recopa Sul-Americana.

Com lugar garantido na final do estadual, resta saber qual será a abordagem dada a esse segundo turno de Carioca.

Uma coisa é certa, "tá difícil de parar os coringas do Flamengo" !


SRN,

@kurumiin

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.