Header Ads

Um Clássico Vovô

(Foto: Guito Moreto/ Agência O Globo)

Antes de qualquer coisa: já ouviu o Linhacast, podcast do Linha de Fundo? Clique aqui e conheça!

Na tarde de ontem, Fluminense e Botafogo duelaram pela última rodada da fase de grupos da Taça Guanabara. O Clássico Vovô foi decidido  graças a atuação de um veterano que desfilou o seu futebol  no Maracanã.

O protagonista do jogo é um paradoxo em si mesmo. Anderson Luiz de Carvalho escolheu como apelido ser chamado de "Nenê", o atleta de 38 anos parece debochar de seus pares mais novos do universo futebolístico. Além de jogar com classe, o "Vovô Garoto" mostra disposição de menino em campo.

Desarmes na defesa, jogadas pelas pontas, distribuição de bola pelo meio. Nenê não marcou apenas dois golaços, a sua classe em campo só foi possível porque ele aparenta estar muito bem fisicamente. Um fator importantíssimo para um jogador da sua idade que atua em alto nível.

Agora, mais um rival tradicional se coloca no caminho do Tricolor na competição, o vovô Nenê terá que ser clássico novamente. Após bater o Botafogo no derby mais antigo do futebol carioca, o jogador mais velho deste torneio irá liderar o Flu contra o Fla na próxima quarta-feira.

Não nos esqueçamos que no primeiro Fla x Flu do ano, o  experiente meia tricolor foi decisivo com um golaço de calcanhar. Clássico em clássicos, o "Vovô" no "Vovô", o Flu contra o Fla. O paradoxal Anderson Luiz terá  que ser Nenê novamente.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.