Header Ads

O exército de um homem só e os 30 mil de Nowitzki

Quem nunca se sentiu responsável por algo muito grande, com o sentimento de que somente você consegue atingir um objetivo esperado por uma coletividade não pode entender o que está passando Russel Westbrook. A saída de Kevin Durant fragilizou em demasia a equipe de Oklahoma, e não é exagero dizer que o Thunder não estaria em vias de ir aos playoffs caso Westbrook não estivesse tirando os coelhos de sua cartola.

Na noite de ontem, Russel fez 58 pontos, a maior marca de sua carreira, mas não foi suficiente para superar o Portland Trail Blazers em casa. Nurkic foi decisivo, e impôs a derrota à equipe de Oklahoma. A desolação na expressão de Westbrook revela a face de alguém que sabe que está lutando com todas as forças por uma equipe em um nível imensamente abaixo do seu. Steve Adams e Victor Oladipo são bons jogadores, mas não conseguem acompanhar Russel nessa difícil jornada do OKC pós-Durant.

Resultado de imagem para russell westbrook
Soldado abatido em Oklahoma (foto: slamonline.com)
Outra grande marca da noite foi o feito de Dirk Nowitzki. O alemão foi o sexto jogador na história da NBA a atingir a marca de 30 mil pontos. Um dos melhores jogadores de todos os tempos marca mais uma vez seu nome na história de Dallas, e segue batalhando para levar os Mavericks para mais um playoff.

Resultado de imagem para dirk nowitzki
30k para o alemão (foto: Forbes)
Por fim, ficou de lição nessa noite de 7 de março que batalhar sozinho pode não ser eficiente, mas no fim o seu nome vai ficar marcado na memória dos tempos caso você dê tudo de si. Westbrook é o presente, e Dirk é a história.

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.