Header Ads

Notório resultado, apresentação fraca

Eu entendo claramente que o Santos não podia ter tomado pressão do Paysandu em casa, que os erros de passe e as triangulações mal feitas deixam uma inconstante dúvida pairando sobre nossas cabeças, mas especificamente hoje temos que dar créditos a equipe. O time ainda não se acertou, tecnicamente como conjunto está bastante irregular e pode por na conta do Dorival que esta perdendo "a mão" da equipe cada vez mais. Só que hoje, o esforço valeu.

Os jogadores precisam ser mais louvados ainda em relação a esse esforço principalmente por causa da torcida, 6.266 pagantes é sacanagem. Vamos enfrentar em Belém no mínimo um público de 20.000 e eles vão exercer uma pressão sobre o Santos que aqui não conseguimos, lamentável.

Eles vieram abertos e jogando pra cima, o que em tese facilitaria nosso jogo nos complicou. O santos dominou o jogo com 64% de posse de bola, mas sem oferecer muitos perigos, com os contra-ataques potentes do adversário o primeiro tempo terminou sem grande emoção e com a estética do típico jogo perigoso.

A segunda etapa fora bem menos complicada, aos 3 minutos Bruno Henrique acertou um belíssimo chute e pôs o peixe na frente, o cansaço do time adversário não os deixava reagir e o técnico do Santos percebendo isso tirou Vitor Bueno e colocou o "pequeno gigante" Hernandez  com o Copete que entrara na vaga de Matheus Ribeiro (sim finalmente o vimos na lateral), juntos os dois colombianos em uma falta ensaiada marcaram o segundo, Copete de cabeça selou o placar: 2 a 0 Santos e uma enorme vantagem.

Time comemora gol dos colombianos. Por: Reprodução/Santos TV
Mais uma vez Ricardo Oliveira não marcou, Lucas Lima não chamou a responsabilidade, Renato errou passes e Vitor Bueno não fez nada. Há realmente algo de errado com nosso Santos, o vice-campeão brasileiro do ano passado sumiu, está irreconhecível. E mesmo com a maioria da imprensa sendo sempre a favor da permanência de Dorival Júnior, as apresentações recentes estão nos fazendo repensar.

Por: Gabriel Ferraz/ @_vsferraz

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.